publicidade
07/10/19
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Para FBC, partidos devem se fortalecer para enfrentar fim das coligações

07 / out
Publicado por Fillipe Vilar em Notícias às 15:28

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE),  nesta segunda-feira (7), falou no plenário da Casa sobre o fim das coligações partidárias para as eleições municipais de 2020. “Isso terá uma consequência muito grande no cenário político brasileiro. Os partidos, para garantir protagonismo, deverão fazer o dever de casa ao montarem as suas chapas, sob pena de não exercerem representatividade nas Prefeituras e Câmaras Municipais”, avaliou.

“A verdade é que vamos assistir à profunda redução do número de partidos. Isso já vai ocorrer nas eleições municipais do ano que vem, em que os candidatos a vereador terão que escolher as legendas fortes e competitivas. Neste sentido, o MDB, que tem como marca o municipalismo, se coloca para permanecer como um dos grandes partidos do Brasil”, concluiu.

Convenção 

FBC também destacou a Convenção Nacional do MDB que elegeu o deputado federal Baleia Rossi (SP) presidente do partido. Para FBC, a legenda demonstrou “unidade e força política”.

Baleia Rossi (Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados)

“O MDB tem o papel histórico de estar na vanguarda da cena política nos momentos mais decisivos para o país”, disse Fernando Bezerra. Em Pernambuco, acrescentou, o desafio é recuperar o protagonismo do MDB na cena política estadual.

Segundo FBC, o partido está trabalhando junto ao presidente estadual do partido, deputado Raul Henry, e o senador Jarbas Vasconcelos, percorrendo as diversas regiões do estado para filiar quadros políticos relevantes. “No último fim de semana de setembro, estive no interior para o ato de filiação do ex-prefeito de Afogados de Ingazeira Totonho Valadares e de lideranças de outros 12 municípios do Sertão do Pajeú e do Sertão do Moxotó, como Carnaíba, Betânia, Triunfo e Petrolândia”, disse.

 


FECHAR