publicidade
25/09/19
Foto: Alan Santos/Presidência da República
Foto: Alan Santos/Presidência da República

NE tem maior rejeição a Bolsonaro, mas avaliação positiva despenca no Sul

25 / set
Publicado por Amanda Miranda em Notícias às 17:00

A região Sul foi a que registrou a maior queda na avaliação positiva do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL), segundo a última pesquisa realizada pelo Ibope, em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), divulgada nesta quarta-feira (25). Lá, os que responderam que consideram a gestão ótima ou boa passaram de 52% para 36%. Apesar disso, o Nordeste continua sendo onde Bolsonaro tem menor popularidade, com 20%.

Além disso, no Nordeste, 47% da população avaliam o governo como ruim ou péssimo.

No Sul, esse percentual aumentou de 18% para 28%.

LEIA TAMBÉM
» Derrotando Bolsonaro, Congresso derruba vetos ao PL de abuso de autoridade
» FBC diz que operação da PF em seu gabinete foi para impor constrangimento a Bolsonaro
» ‘Ultradireita com contornos nazistas’, diz Humberto sobre Bolsonaro na ONU
» ‘Felizmente’ Paulo Câmara faz contraponto a Bolsonaro na ONU, diz Luciana
» Bachelet critica Bolsonaro e diz que lamenta pelo Brasil

Avaliação de Bolsonaro no país

De acordo com a pesquisa CNI/Ibope, o percentual de pessoas que consideram o governo como ótimo ou bom oscilou de 32% para 31%, em relação à edição de junho. A variação está dentro da margem de erro, por isso o valor é considerado estável.

Os que consideram Bolsonaro ruim ou péssimo oscilaram de 32% para 34%.

» Postagem exagera ao creditar apenas a Bolsonaro liberação de R$ 2,6 bi para educação e Amazônia
» Bolsonaro tem medo do Nordeste, diz Guilherme Boulos no Recife
» Rejeição a Bolsonaro dispara no Nordeste em menos de dois meses
» ‘Governadores do Nordeste agem para dividir o País’, diz Bolsonaro
» Governadores do Nordeste cobram de Bolsonaro pautas além da Previdência

Para esta pesquisa, o Ibope ouviu 2 mil pessoas, em 126 municípios, entre 19 e 22 de setembro.

De acordo com o levantamento, 50% dos brasileiros desaprovam a maneira de governar de Bolsonaro. Em junho, eram 48%. Dos entrevistatos, 44% aprovam o governo, em comparação com os 46% de três meses atrás.


FECHAR