publicidade
20/09/19
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem

Eduardo da Fonte critica empregos em Pernambuco, mas apoia João Campos em 2020

20 / set
Publicado por Fillipe Vilar em Notícias às 19:14

Em entrevista ao Resenha Política, da TV JC, desta sexta-feira (20), o deputado federal e presidente estadual do Progressistas em Pernambuco, Eduardo da Fonte, afirmou que está decepcionado com a capacidade do estado de trazer investimentos. “Soube de uma fábrica da Klabin que viria para Pernambuco e acabamos perdendo o empreendimento para o Ceará. Isso iria gerar muitos empregos”, afirmou Eduardo. 

“O governo precisa se mobilizar para usar a bancada federal, a Assembleia Legislativa, para ter uma boa relação com o empresariado e trazer investimentos para cá”, relatou.

Contudo, o deputado elogiou João Campos, provável candidato do PSB para a Prefeitura do Recife. “É um jovem preparado, engenheiro formado. Ele já vem mostrando um desempenho muito bom na Câmara Federal”, afirmou.

Eduardo da Fonte descartou uma candidatura própria do Progressistas à prefeitura da capital pernambucana.  Segundo ele, o foco do partido é ampliar sua bancada na Câmara Municipal do Recife.

O parlamentar criticou a aprovação da Reforma da Previdência no Congresso Nacional, pela qual votou contra “com convicção”. “Cortar do aposentado é tirar o dinheiro da economia. Esse dinheiro deixa de circular, isso desaquece a economia”. disse.

Mesmo criticando medidas consideradas positivas pelo governo, como a reforma, o parlamentar é um dos articuladores da indicação do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL) para a embaixada do Brasil em Washington, nos Estados Unidos.  “Qual embaixador brasileiro ou até mesmo chanceler que foi recebido pelo presidente do EUA? Estamos vendo uma boa vontade muito grande dos Estados Unidos onde o presidente Trump recebeu o Eduardo”, disse o deputado.

O congressista também disse que o governo federal, de Jair Bolsonaro (PSL), precisa “pacificar” o Brasil. “Falta um espírito pacificador para unir todos os brasileiros em prol do nosso país”, disse.

Celpe

O deputado federal bateu na tecla da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe). “A gente vê em Pernambuco um serviço precário, que deixa muito a desejar. E pagamos caro”, afirmou Eduardo da Fonte. 

“A energia é uma locomotiva da economia. Só não entramos num colapso energético porque o país entrou em recessão. Se mantivéssemos o crescimento que vinhamos tendo, com certeza faltaria energia”, disse.

Acompanhe a entrevista completa


FECHAR