publicidade
18/08/19
José Patriota em Serra Talhada/Foto: Divulgação/Amupe
José Patriota em Serra Talhada/Foto: Divulgação/Amupe

Mesmo com recursos direto para municípios, Patriota critica gestão Bolsonaro

18 / ago
Publicado por Fillipe Vilar em Notícias às 11:23

Na última sexta-feira (16), José Patriota (PSB), presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) e prefeito de Afogados da Ingazeira, afirmou que o governo Bolsonaro “não tem clareza ao defender democracia”.

A fala ocorreu em Serra Talhada, no terceiro dia do Seminário Todos por Pernambuco, que percorreu municípios do interior do Estado. Foi feita um dia depois do presidente da República se reunir com ministros orientando que os recursos federais sejam passados diretamente para prefeitos.

“Um governo de direita não deveria tentar comprometer a participação democrática da sociedade, acabar com as instâncias participativas do povo nos conselhos nacionais das diversas políticas. Tentar, fazer, impor um pensamento único. Desprezar e tratar com desdenhas as minorias, afinal de contas esse é um país multicultural, de diversidade.”, disse Patriota.

O presidente da Amupe também elogiou o Consórcio Nordeste, elaborado pelos nove governadores da região em julho deste ano. “A região Nordeste se impõe e levanta a sua voz. Eu estou percebendo governadores do Nordeste, pela primeira vez na história, juntos em defesa da democracia, em defesa do seu povo”, afirmou.

LEIA TAMBÉM
»Em reunião com ministros, Bolsonaro orienta a repassar recursos diretamente aos prefeitos
»Sem ‘desculpa’ para não incluir estados e municípios na reforma, diz Patriota
»Após troca de farpas com Bolsonaro, governadores lançam Consórcio Nordeste

Recursos 

Na manhã da quinta-feira (15), o presidente Bolsonaro (PSL) esteve reunido com ministros no Palácio do Planalto. No encontro, ele orientou os ministros a repassarem recursos diretamente aos prefeitos.

“O presidente deixou bem claro que agora vai mandar obras e verbas direto para os prefeitos do Nordeste. Ele falou para todos os ministros e prefeitos que estão pedindo apoio contra os desmandos dos governadores do Nordeste”, informou fonte do Blog de Jamildo, após o encontro.

O presidente já havia falado sobre esta orientação na visita à Bahia. E na campanha já falava sobre repassar recursos diretamente para as prefeituras.

A questão agora é ver como as orientações se processam. A estratégia ocorre em meio a uma briga com os governadores da região. Bolsonaro acusa os gestores de tentarem dividir o Brasil. Os governadores negam. No mês passado, criaram um cónsorcio Nordeste, para compras em conjunto e ações coordenadas.

 


FECHAR