publicidade
13/08/19
Foto: Clemilson Campos/Acervo JC Imagem
Foto: Clemilson Campos/Acervo JC Imagem

Bartolomeu Bueno esclarece que fala sobre interdição vale para qualquer autoridade

13 / ago
Publicado por Fillipe Vilar em Notícias às 17:01

O desembargador Bartolomeu Bueno, do Tribunal de Justiça do Estado (TJPE), voltou a se manifestar em seu perfil pessoal no Facebook nesta terça-feira (13). Na nova postagem, o magistrado tentou explicar melhor o que quis dizer em um texto publicado no último sábado (10), onde pareceu sugerir a interdição do presidente Bolsonaro (PSL) por ‘falta de condições mentais’.

Nesta terça, o Blog de Jamildo entrou em contato com Bueno para uma entrevista. Ele recusou.

Leia na íntegra

“nota de esclarecimento

Esclareço, a quem interessar, que não dei qualquer entrevista a blogs, revistas ou jornais, recomendando a interdição do Presidente Bolsonaro, como aparece em alguns veículos de comunicação, montagens de entrevista inclusive com fotos minhas, em um deles até de toga, o que não é verdade.

O que realmente ocorreu e assumo na integralidade as responsabilidades do que escrevi, perante quem quer seja, foi uma postagem no meu perfil pessoal do Facebook, com seguinte teor:

‘INTERDIÇÃO JÁ PARA AUTORIDADES QUE NÃO FALAM RESPEITANDO A LITURGIA DO ALTO CARGO QUE OCUPAM OU QUE FALAM PENSADAMENTE QUERENDO IMBECILIZAR OS BRASILEIROS PARA QUE NÃO DISCUTAM O QUE REALMENTE INTERESSA AO POVO.

“OBSERVEM. NÃO ESTOU FALANDO EM IMPEACHMENT, ESTOU FALANDO EM INTERDIÇÃO POR FALTA DE CONDIÇÕES MENTAIS PARA O EXERCÍCIO DO CARGO.” Facebook, 10/08;2019, às 01,59 hs

Obs. Na postagem original havia uns três erros de digitação que implicavam em erros ortográficos, nesta postagem corrigidos.

Como se observa, em nenhum momento cito a pessoa ou o nome do Presidente. 
A assertiva por mim declinada serve para qualquer autoridade, inclusive para mim.
Cabe a cada um fazer a sua interpretação, mas não dizer que dei entrevista no sentido em que foi divulgado.

Desembargador Bartolomeu Bueno”

LEIA TAMBÉM
»Desembargador do TJPE ‘sugere’ ‘interdição’ de Bolsonaro por ‘falta de condições mentais para o exercício do cargo’ 

A afirmação anterior, publicada no último 10 de agosto:


FECHAR