publicidade
23/07/19
Foto: Alan Santos/Presidência da República
Foto: Alan Santos/Presidência da República

Bolsonaro faz aceno e diz que quer ACM Neto presidente

23 / jul
Publicado por Amanda Miranda em Notícias às 16:03

Após o atrito com o governador da Bahia, Rui Costa (PT), o presidente Jair Bolsonaro (PSL) privilegiou o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), no palanque da inauguração do Aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista, nesta terça-feira (23). Em aceno ao presidente nacional do Democratas, afirmou que gostaria de vê-lo na presidência da República.

“O presidente disse que mais na frente quer ver o prefeito sentado na cadeira que ele está”, relatou o pernambucano Gilson Machado Neto, presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur).

Com a ausência de Rui Costa, ACM Neto recebeu o presidente e ficou ao lado dele no evento. O prefeito é o principal nome de oposição ao petista na Bahia.

O prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão (MDB), também é bolsonarista.

Rui Costa anunciou nessa segunda-feira (22) que não iria ao evento com Bolsonaro e criticou o presidente. O ruído foi três dias após a declaração do presidente de que, dos “governadores de paraíba, o pior é o do Maranhão”. “Não tem que ter nada com esse cara”, disse ainda Bolsonaro em conversa com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, que é filiado ao DEM.

“O governador teve uma atitude infantil”, classificou Gilson Machado Neto. “Ele está fazendo muitas coisas pelo Nordeste e não está olhando para isso (o fato de os governadores da região serem de partidos de oposição). O crescimento do Brasil passa pelo crescimento do Nordeste”.

Mais cedo, pelo Twitter, Bolsonaro acusou Rui Costa de não ter autorizado o uso da Polícia Militar na sua segurança.

O governador respondeu que “quem é impopular e tem medo de ir para às ruas fica em seu gabinete” e afirmou que a segurança do presidente cabe às forças nacionais.

Aeroporto de Vitória da Conquista

O novo aeroporto de Vitória da Conquista começou a ser construído em 2014, durante o segundo mandato da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), correligionária do governador. A obra foi feita através de dois convênios com o governo federal, no valor de R$ 79.944.710,71 milhões. Desse total, cerca de 93% foram investidos pela União.

O terminal tem pista de pouso e decolagem de 2,1 mil metros de comprimento e 45 metros de largura e poderá receber aeronaves a jato de grande porte.

A operação comercial começa na próxima quinta-feira (25). A expectativa do Ministério da Infraestrutura é de que sejam recebidos 500 mil passageiros no ano que vem.

Após a inauguração do aeroporto, por volta das 12h30, Bolsonaro voltou para Brasília. Segundo aliados, não há expectativa de novas agendas do presidente no Nordeste nos próximos dias.

A outra visita de Bolsonaro à região foi em maio, quando esteve em Pernambuco para reunião do Conselho Deliberativo da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). Além disso, foi a Petrolina, no Sertão do Estado, base eleitoral do líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE).


FECHAR