publicidade
07/06/19
Samuel Salazar (Foto: Câmara do Recife/Divulgação)
Samuel Salazar (Foto: Câmara do Recife/Divulgação)

Contra Geraldo Julio, PRTB expulsa todos os vereadores no Recife

07 / jun
Publicado por Amanda Miranda em Notícias às 20:30

Por Amanda Miranda, do Blog de Jamildo, e Maria Lígia Barros, do NE10

O PRTB, partido do vice-presidente da República, Hamilton Mourão, expulsou os três vereadores que tinha na Câmara do Recife: Alcides Teixeira Neto, Hélio Guabiraba e Samuel Salazar. O motivo é que eles não fizeram oposição declarada ao prefeito Geraldo Julio (PSB).

O líder da oposição na Assembleia Legislativa, Marco Aurélio (PRTB), confirmou a causa da expulsão. “Houve uma determinação da direção nacional para se fazer oposição ao PSB no Estado e no município desde dezembro, janeiro. Eles optaram em não cumprir”, disse. “Foram feitas todas as formalidades, dados todos os prazos para defesa”, defendeu o parlamentar.

LEIA TAMBÉM
» Marco Aurélio rebate vereador expulso do PRTB: ‘Queria que ficasse’

Marco Aurélio tem se colocado como pré-candidato à Prefeitura do Recife em 2020.

Foto: Roberto Soares/Alepe

O vereador Samuel Salazar, um dos expulsos, disse não ter dúvida de que as desfiliações foram motivadas pelo deputado estadual. “Isso foi criado pelo deputado estadual Marco Aurélio. Ele na verdade quer livrar o partido, quer deixar sem vereador, para montar uma chapa para tentar eleger o filho dele no ano que vem”, acusou. “Quer criar um fato pra dizer que é dono do partido, para dizer ‘eu mando, eu mandei tirar os caras’”, afirmou.

Em resposta, Marco Aurélio admitiu a intenção de lançar o filho, que é presidente do PRTB no Recife, para a disputa a vereador, mas prevê que seria possível montar uma chapa que o elegesse e conseguisse ainda mais duas vagas na Câmara.

Salazar disse ter sido informado nesta sexta-feira (6) sobre a sua expulsão do partido e a dos vereadores Alcides Teixeira Neto e Hélio Guabiraba. O Blog de Jamildo tentou contato com eles, mas não foi atendido.

Foto: Câmara do Recife/Divulgação

Apesar da notificação, Salazar argumentou que não foi expulso do PRTB, porque, segundo ele, já estava desfiliado há meses. “Eu não posso ter sido expulso de um partido de que eu já não fazia parte”, falou. O vereador disse que a sua saída foi construída com o presidente da sigla em abril. “O próprio partido, ciente de que havia mudado a orientação dele, autorizou minha saída e me desfiliou. Efetivamente expulso eu nunca fui.”.

PRTB sem representantes

Com a expulsão, os três vereadores podem manter os mandatos e buscar novas legendas. De acordo com Marco Aurélio, o presidente da sigla, Ednázio Silva, e Bruno Pinho Alves, que foi candidato em 2016 e obteve 4.217 votos, estão montando uma chapa para as próximas eleições.

Em 2016, Alcides Teixeira Neto ficou com 6.025 votos e Hélio da Guabiraba, 4.836. Salazar, que conseguiu 4.252, assumiu este ano, com a saída de Marco Aurélio este ano, depois que ele assumiu a vaga na Alepe. O atual deputado foi o mais votado do PRTB naquele ano, por 7.664.


FECHAR