publicidade
22/05/19
Foto: Marcos Corrêa/Presidência da República
Foto: Marcos Corrêa/Presidência da República

Deputados de Pernambuco saem ‘frustrados’ de reunião com Bolsonaro

7

22 / maio
Publicado por Amanda Miranda em Notícias às 10:27

Parte dos deputados de Pernambuco que participaram do encontro do presidente Jair Bolsonaro (PSL) com a bancada do Nordeste, nesta quarta-feira (22), no Palácio do Planalto, saiu com sentimento de “frustração”. Para Bispo Ossésio (PRB), Felipe Carreras (PSB) e Raul Henry (MDB), apesar de ter sido falado sobre reivindicações regionais como a retomada da Transnordestina, não foram apresentados planos. A estimativa dos três é de que cerca de metade dos parlamentares nordestinos foi à reunião.

“Foi frustrante para a bancada. Não foi anunciado nada de concreto, começou com discurso genérico”, disse Carreras. 

LEIA TAMBÉM
» Apesar de recuo do PSB, Felipe Carreras vai a reunião com Bolsonaro
» Bancada do PSB desiste de reunião de Bolsonaro com nordestinos
» Para Marília Arraes, há indicação de ‘estilo toma lá, dá cá’ em reunião com Bolsonaro
» Aliado de Bolsonaro, Pastor Eurico pode trocar reunião com o presidente por culto

Em relação à Transnordestina, por exemplo, segundo Carreras, “não foi anunciado valor, prazo”. Raul Henry disse que a obra “será retomada com atual empresa privada”.

Carreras foi o único nome do PSB na reunião, depois que o partido, que havia confirmado presença, recuou e desistiu de ir ao café da manhã. A sigla alegou que o Congresso tem sofrido ataques.

» Humberto diz que Bolsonaro não é bem-vindo no Nordeste
» Bolsonaro publica novo decreto de armas e proíbe fuzis para cidadão comum
» PSL libera filiados para participar de ato pró-Bolsonaro
» Convocação de ato pró-Bolsonaro expõe rusgas na base

O deputado alegou que foi cumprir um “papel institucional”. “É um presidente constituído, eleito de forma democrática, que não convidou para evento festivo, e sim para dialogar. Nunca vou me furtar de fazer parte de reunião para tratar de interesses do povo”, disse. Apesar disso, disse que preferia não comentar a decisão do partido.

“Foi uma fala institucional, mas nenhum dos assuntos foi aprofundados, nada assim tão importante, esperávamos bem mais”, concordou Bispo Ossésio.

Segundo o deputado, em seu discurso, Bolsonaro falou sobre a primeira viagem ao Nordeste, marcada para esta sexta-feira (24). O presidente estará no Recife para participar da reunião do Conselho Deliberativo da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). Bolsonaro também vai a Petrolina, no Sertão, para a entrega de unidades do Minha Casa Minha Vida.

» Estimular manifestações de rua é erro de Bolsonaro, avalia deputado
» Paulo Câmara assina carta contra decreto de armas de Bolsonaro
» MBL Recife reclama de ataques por não participar de ato pró-Bolsonaro
» Marcelo Ramos vê ausência de ‘espírito democrático’ de Bolsonaro

O prefeito da cidade é Miguel Coelho (sem partido), filho do líder do governo, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), que estava na reunião desta quarta-feira (22), no Planalto. Outro filho dele, o deputado federal Fernando Filho (DEM-PE), também foi à reunião.

“A minha expectativa na reunião da Sudene é de que o superintendente apresente alguma proposta para o conjunto de governadores. Pelo tom que vi aqui, não tenho muita expectativa para essa reunião com os governadores”, disse Raul Henry. “Voltou a dizer que tem boa vontade com o Nordeste, a situação do Brasil é muito grave, todos estão no mesmo barco, sem anúncio específico para o Nordeste. É importante aprovar a reforma da Previdência”.

Ouça a entrevista com Raul Henry na Rádio Jornal:

O deputado Júlio César (PSD-PI), coordenador da bancada do Nordeste, levou reivindicações como a retomada de obras. Representantes de cada Estado também puderam falar e, por Pernambuco, o responsável foi Luciano Bivar (PSL), com a ausência de Augusto Coutinho (SD) e Wolney Queiroz (PDT), que estão à frente dos parlamentares do Estado.

“O governo federal tem que estar aberto ao diálogo democrático com o Congresso e o Congresso tem que estar disposto também a trabalhar em conjunto com o governo. Se ficarmos numa queda de braço só quem perde é o nosso povo. O Nordeste é a região mais sofrida do nosso País e discutir as pautas importantes para a região, destravar obras paradas e gerar investimentos, é mais do que fundamental, é urgente. Era bom que novas reuniões mais práticas e menos políticas acontecessem”, afirmou o senador Jarbas Vasconcelos (MDB-PE).

Saiba o que pensam os pernambucanos sobre a reforma da Previdência


FECHAR