publicidade
13/05/19
Foto: Guga Matos/Acervo JC Imagem
Foto: Guga Matos/Acervo JC Imagem

Câmara do Recife faz segunda votação sobre ar-condicionado nos ônibus

13 / maio
Publicado por Douglas Fernandes em Notícias às 8:50

Aprovado em primeira discussão na Câmara do Recife na última terça-feira (7), o projeto de lei que que prevê a obrigatoriedade da instalação de ar-condicionado nos ônibus que circulam na capital pernambucana vai à segunda votação nesta segunda-feira (13), às 15h. A matéria está novamente na ordem do dia da Casa José Mariano após a votação ter sido adiada por falta de quórum na quarta-feira (8). Na ocasião, treze vereadores faltaram e 15 tiveram a ausência justificada.

Caso seja aprovado nesta segunda (13), o projeto vai à sanção do prefeito Geraldo Julio (PSB). De autoria do vereador Alcides Teixeira Neto (PRTB), a proposta, apresentada em 2017, recebeu parecer contrário da Comissão de Legislação e Justiça da Casa, que acabou derrubado pelos parlamentares.

LEIA TAMBÉM
» Sem quórum, votação sobre ar condicionado em ônibus é adiada
» Câmara do Recife já aprovou obrigação de ar-condicionado em ônibus, em 2005, mas João Paulo vetou
» Câmara do Recife vota PL sobre ar-condicionado em ônibus nesta terça
» Com parecer contrário, Câmara do Recife vai votar PL sobre ar condicionado em ônibus
» Ônibus com ar condicionado atenderão seis linhas
» Vereador diz que tentou pegar ônibus e não encontrou motorista nem fiscal: ‘bagunça’

“Precisamos dar um fim nesse verdadeiro inferno que é andar de ônibus no Recife. Um quadro de descaso com trabalhadores e trabalhadoras, homens e mulheres, estudantes e o público em geral; incluindo-se nesse grupo os próprios operadores do sistema, que sofrem com o trânsito lento e caótico, além das temperaturas altíssimas em nossa região, beirando facilmente os 40 graus”, argumentou Alcides Neto.

Autor do PL do ar-condicionado nos ônibus, o vereador Alcides Teixeira Neto (PRTB) (Foto: Câmara do Recife)

“Desde a regulamentação e retirada do transporte alternativo desordenado, que operava no Recife, ficou firmado acordo em que os ônibus teriam como atrativo a climatização, o que aconteceu com algumas linhas. Porém, em dado momento, cessaram esse benefício”, completou.


FECHAR