publicidade
03/05/19
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

‘Não vou deixar o governo’, diz ministra Damares Alves

03 / maio
Publicado por Douglas Fernandes em Notícias às 11:02

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, negou a informação de que teria comunicado a sua saída do governo ao presidente Jair Bolsonaro (PSL). Em agenda em Aracaju, Sergipe, a ministra, em um primeiro momento, divulgou curta nota negando a sua renúncia, publicada pela revista Veja. “Informo que não pretendo sair do governo”, limitou-se a dizer. Após isso, soltou um vídeo em que se diz “surpreendida” com a notícia sobre a sua saída e afirma que vai ficar no cargo com Bolsonaro “até o dia que ele quiser” e sua “saúde aguentar”.

“Oi, gente. Estou aqui em Acaraju hoje (nesta sexta-feira, 3) entregando um monte (sic) de projeto do governo federal. Desde ontem, estou aqui e fui surpreendida com a notícia que estou falando que eu vou deixar o governo. Isto não procede. Não vou deixar o governo. Vou ficar com o presidente Bolsonaro até o dia que ele quiser e até onde a minha saúde aguentar”, diz a ministra no vídeo, em que acrescenta as ações da sua pasta.

LEIA TAMBÉM
» Damares Alves comunica a Bolsonaro que vai deixar o governo, diz revista
» Damares ironiza ‘beleza’ de Túlio Gadelha e comissão na Câmara vai às gargalhadas
» Ninguém escolhe ser preso, ministra Damares, diz Túlio Gadêlha
» MP do Ensino Domiciliar deve sair até a próxima semana, diz Damares
» Governo exigirá cadastro de famílias que optem por ensino domiciliar
» Bolsonaro: Damares atua para desfazer malfeitos de governos anteriores

Segundo a Veja, Damares alegou, em reunião com Bolsonaro, problemas de saúde e o cansaço oriundo das atividades do ministério para deixar o governo. A reportagem noticia que ela sofre de hipertireoidismo, asma e enxaqueca crônica. Ainda na reunião, Damares fez um balanço do seu trabalho no ministério.

No Twitter, a ministra disse que tem “muita saúde”. “Fico até quando o presidente Jair Bolsonaro quiser e Deus me der saúde. E olha, tenho muita”, escreveu a ministra. “Também estou com muita disposição para ajudar a mudar o país”, publicou ainda.

Ainda de acordo com a revista, a rotina da ministra tem um grau maior de estresse por sofrer ameaças de morte. Devido a elas, Damares deixou sua residência, em Brasília, para morar em um hotel, na capital federal. O endereço é mantido em segredo.

A publicação conta ainda que o Gabinete de de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI), comandado pelo general Augusto Heleno, recomendou à ministra que não divulgar previamente sua agenda. Ela circula ainda com escola e um segurança fica a postos na entrada de sua sala durante todo o expediente no ministério.


FECHAR