publicidade
29/01/19
Foto: Isac Nóbrega/Presidência da República
Foto: Isac Nóbrega/Presidência da República

PF prende cinco por rompimento de barragem de Brumadinho

29 / jan
Publicado por Amanda Miranda em Notícias às 8:59

Estadão Conteúdo e Agência Brasil – Os Ministérios Públicos Federal, de Minas Gerais, de São Paulo e a Polícia Federal cumpriram nesta terça-feira (29) cinco mandados de prisão temporária para apurar o rompimento da barragem de Brumadinho (MG). As ordens para as detenções foram emitidas pela Comarca de Brumadinho.

Foram presos três funcionários da Vale responsáveis pelo licenciamento da barragem que se rompeu e dois engenheiros terceirizados que atestaram a estabilidade do empreendimento.

LEIA TAMBÉM
» Governo discute mudanças na diretoria da Vale após desastre em Minas
» De um total de 24 mil barragens, 780 foram fiscalizadas, diz relatório
» Rejeitos de Brumadinho não devem chegar à usina de Três Marias, diz CPRM
» Dois engenheiros suspeitos de fraudes em Brumadinho são presos

Dos cinco alvos da operação, dois tinham domicílio em São Paulo e os demais residem na região metropolitana de Belo Horizonte. A prisão foi decretada pelo prazo de 30 dias e todos os presos serão ouvidos pelo MPMG. Os documentos e provas apreendidas também serão encaminhados ao Ministério Público para análise.

Também participaram da ação agentes das polícias Civil e Militar de Minas. Três pessoas foram presas na região metropolitana de Belo Horizonte e outras duas em São Paulo. As prisões têm validade de trinta dias.

As autoridades também cumpriram cinco mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal de Belo Horizonte nas cidades de Nova Lima, em Minas Gerais, e na capital paulista. Outros sete mandados de busca e apreensão, determinados pela Comarca de Brumadinho, foram cumpridos em Belo Horizonte.


FECHAR