publicidade
11/01/19
Foto: Jorge Gregório/Divulgação
Foto: Jorge Gregório/Divulgação

OAB apura caso de advogado acusado de orientar cliente a simular crise

11 / jan
Publicado por Amanda Miranda em Notícias às 7:45

Em nota, a OAB Pernambuco afirmou nessa quinta-feira (10) que iniciou os procedimentos para investigar o caso de um advogado que teria orientado o cliente a simular que estaria passando mal com o objetivo de adiar uma audiência. O advogado fez uma publicação sobre o caso em uma rede social, comemorando a postergação do julgamento pelo Tribunal do Júri.

No post, o profissional se coloca como “o estrategista do Tribunal do Júri”. “Pensei… pensei… pensei… coloquei em prática e deu tudo certo. Em que livro está isso??? rsrsrs Tudo aos 48m do segundo tempo”, escreveu ainda.

“Tendo chegado ao seu conhecimento a prática de atos no Tribunal do Júri da Comarca do Recife por inscrito nesta Seccional, amplamente divulgados por meio das redes sociais, que, em tese, podem caracterizar infração ético-disciplinar, já iniciou os procedimentos para a apuração rigorosa do ocorrido, com a observância do devido processo legal e da ampla defesa”, diz a nota da Diretoria e do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB do Estado.

Associação dos Magistrados do Estado de Pernambuco (Amepe) se manifestou contra a atuação do advogado nessa quinta-feira (10). 

“Além de ludibriar a todos os presentes no julgamento, incluindo a equipe médica que de pronto realizou o atendimento ao réu, e a magistrada, que agiu com responsabilidade e seguiu orientação médica, a estratégia desleal do advogado prejudicou a atuação das outras instituições como Ministério Público, a defesa dos outros acusados, e o interesse da realização do julgamento pelo tribunal do júri e pelos jurisdicionados, que aguardam uma resposta do Estado. O adiamento indevido posterga a resolução do processo, gerando mais custos ao Judiciário pernambucano”, afirmou a entidade em nota.


FECHAR