publicidade
06/12/18
Foto: Reprodução Twitter
Foto: Reprodução Twitter

Advogado do esfaqueador de Bolsonaro diz agora que levou calote de ‘patrocinador’

06 / dez
Publicado por jamildo em Notícias às 15:36

Na Veja

Em depoimento sigiloso, Zanone Manuel de Oliveira Junior, advogado de Adélio Bispo, contou à Polícia Federal como foi contratado por um “patrocinador” para defender o esfaqueador de Bolsonaro.

Ele afirma que, logo após o atentado, foi procurado por um desconhecido para atuar no caso.

“Aquela pessoa se apresentou como conhecido de Adélio da cidade de Montes Claros, esclarecendo que conheceu o autor do fato criminoso em relacionamentos vividos no meio religioso naquela cidade”.

O advogado aceitou receber 25.000 reais até a conclusão da investigação da Polícia Federal – mas nunca recebeu a quantia.

“Aquela pessoa aceitou a proposta e pagou inicialmente o valor de 5.000 reais em dinheiro”, disse Zanone. O restante seria pago em outras parcelas mensais. No entanto, o interessado em ajudar Adélio nunca mais apareceu.


FECHAR