publicidade
24/11/18
Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem

Marília Arraes critica Paulo Câmara por condicionar 13º para Bolsa Família a compras

24 / nov
Publicado por Amanda Miranda em Notícias às 13:36

A vereadora do Recife e deputada federal eleita Marília Arraes (PT), opositora do governador Paulo Câmara (PSB), criticou nessa sexta-feira (23) a proposta do socialista de sobre o 13º salário do Bolsa Família. “Ele prometeu uma coisa e agora está condicionando as pessoas a consumirem certo valor. Os beneficiados têm que apresentar e comprovar o valor gasto para ter acesso ao 13º. Um consumo final de três mil reais é absurdo”, afirmou. “Essa é mais uma dentre tantas promessas que são vazias. A perspectiva é que o Governo do Estado continue ruim”.

Marília Arraes era pré-candidata a governadora pelo PT até agosto, quando o partido fechou um acordo com o PSB de Paulo Câmara e a retirou da disputa para apoiá-lo. Na costura, o senador Humberto Costa foi reeleito na chapa socialista.

A parlamentar se filiou ao PT no início de 2016, dois anos após romper com o primo Eduardo Campos e se tornar uma divergência no partido.

13º do Bolsa Família

Pela proposta que está na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), o pagamento será feito através do programa Nota Fiscal Solidária, em que os itens da cesta básica comprados serão revertidos em créditos que podem chegar a R$ 150 anuais. 

Depois de um intenso bombardeio da oposição na Alepe, a Secretaria da Fazenda de Pernambuco (Sefaz-PE) anunciou nessa quinta-feira (22) que decidiu aumentar o percentual de restituição de ICMS aos beneficiários do Bolsa Família, dentro do programa Nota Fiscal Solidária. O percentual subiu de 2,5% das compras mensais do beneficiário do programa Bolsa Família para 5% das compras mensais.

Com a medida, na prática, os gastos totais mensais com os produtos da cesta básica caíram da faixa de R$ 500 por mês para R$ 250 agora, segundo a pasta. Desta forma, o beneficiário do Bolsa Família terá mais facilidade para atingir os gastos mínimos exigidos para se creditar e receber a quantia de R$ 150 a título de 13º salário do Bolsa Família, a cada ano.

Como mostrou o Jornal do Commercio, o valor médio pago do benefício no Estado é de R$ 184,13, menor do que os R$ 250.

Governo Bolsonaro

Além de fazer oposição ao governo Paulo Câmara, Marília Arraes também declarou contrária ao presidente Jair Bolsonaro (PSL). “Nós estamos esperando a indicação da bancada do PT e as diretrizes de trabalho, mas vamos fazer oposição. Essa pauta moral que tem sido abordada é uma cortina de fumaça para ofuscar o que ele realmente quer fazer, que é acabar com o 13º salário e entregar os patrimônios nacionais, por exemplo”, disse.


FECHAR