publicidade
26/10/18
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem

Humberto diz que ações da Justiça Eleitoral têm paralelo na ditadura

26 / out
Publicado por Amanda Miranda em Eleições 2018 às 16:54

O líder da oposição no Senado, Humberto Costa (PT-PE), criticou nesta sexta-feira (26), em nota, as ações da Polícia Federal em 17 universidades do País nas últimas 48 horas, além da decisão judicial que atingiu o bispo auxiliar da Arquidiocese de Olinda e Recife, Dom Limacêdo Antônio da Silva. Nesses casos, os magistrados alegaram que havia manifestações a favor de apenas um candidato à presidência.

“A ação dos magistrados encontra paralelo em situações vividas ao longo da ditadura militar em que o país foi mergulhado entre 1964 e 1985, quando qualquer denúncia anônima era suficiente para se perseguir, prender, torturar, matar e desaparecer com corpos de opositores”, afirmou Humberto Costa, em nota, sobre a decisão envolvendo o bispo. 

LEIA TAMBÉM
» Juízes veem propaganda ilegal, professores e alunos falam em censura
» Após ação da PF em universidades, Gilmar diz que é preciso ‘ter cautela’

O documento para o bisco alega que o mandado foi expedido “tendo em vista denúncias recebidas através do sistema pardal, de que o bispo Dom Limacêdo Antônio da Silva, bispo auxiliar da Arquidiocese de Olinda e Recife, momento da missa fazendo apologia a certa candidatura e dizendo para não votar na outra, induzindo o voto dos fiéis”.

A notificação é para que o religioso “se abstenha de fazer propaganda eleitoral de qualquer natureza (direta ou indireta) em benefício de quaisquer dos candidatos em templos religiosos, em face da expressa proibição legal”.

O senador classificou as ações como “fatos estranhos à normalidade política e à plenitude do Estado democrático de direito”. Para ele, as decisões são “esdrúxulas”.

“Tais manifestações, diga-se de passagem, não mencionam predileção eleitoral, mas denunciam ações fascistas. Denúncias que, em tempos normais, devem ser motivo de aplauso e não de punição”, defendeu.

“Este fato merece o repúdio de todos os brasileiros. Assim como merece ser rechaçada, de imediato, toda e qualquer ação que ponha em risco a liberdade de expressão e a democracia. Neste momento, expressamos a Dom Limacêdo Antônio da Silva nossa estima e nossa solidariedade.”


FECHAR