publicidade
20/10/18
Foto: Beto Barata/Presidência da República
Foto: Beto Barata/Presidência da República

‘Pacificado’, Temer manda dinheiro para a Adutora do Agreste

20 / out
Publicado por Douglas Fernandes em Notícias às 14:41

Após ter dito que depois das eleições o governador Paulo Câmara (PSB) “pacificaria”, o presidente Michel Temer (MDB) liberou de R$ 28,9 milhões para a continuidade das obras da Adutora do Agreste. De acordo com o presidente da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), Roberto Tavares, esse será o primeiro repasse liberado neste ano pelo governo federal para a obra, que estava, segundo ele, ameaçada de paralisação pela ausência de recursos nos últimos 10 meses.

Roberto Tavares esteve nessa sexta-feira (19), em Brasília, quando recebeu a notícia da liberação da verba do governo Temer. Tavares ressalta que os rercursos para a obra vem após várias audiências realizadas com o Ministério da Integração Nacional ao longo deste ano e que se não fossem liberados os recursos a Compesa teria que anunciar na semana que vem a paralisação das obras da Adutora.

“Caso não chegasse o repasse, estaríamos anunciando na próxima semana a paralisação das obras. Agora, podemos nos concentrar em levar água do Rio São Francisco para a população do Agreste que tanto precisa”, afirma.

Segundo a Compesa, com a liberação desses R$ 28,9 milhões, ainda faltam ser repassados R$ 413 milhões para finalizar a primeira etapa da obra de um montante conveniado no valor de R$ 1,4 bilhão. As obras da Adutora do Agreste começaram em 2013, ainda na gestão do ex-governador Eduardo Campos. No ano passado, o governo federal liberou R$ 194 milhões.

O empreendimento prevê o abastecimento de 23 municípios do Agreste pernambucano. A segunda etapa deverá beneficiar outros 45 municípios, mas ainda não há convênio formalizado entre o Governo de Pernambuco e Governo Federal.


FECHAR