publicidade
06/09/18
Foto: Reprodução Twitter
Foto: Reprodução Twitter

Bolsonaro é esfaqueado em ato de campanha em MG

06 / set
Publicado por Blog de Jamildo em Eleições 2018 às 16:21

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) foi atingido por uma facada na tarde dessa quinta-feira (6) nas ruas de Juiz de Fora, Minas Gerais.

O candidato estava no meio da multidão que o recebia quando levou uma facada na barriga. Ele foi conduzido ao hospital. 

De acordo com a GloboNews, a facada teria atingido o fígado de Bolsonaro, que está sendo operado, segundo informações da assessoria de imprensa da campanha. 

LEIA TAMBÉM
» Candidatos à presidência repercutem facada em Bolsonaro
» Candidatos ao Senado repudiam violência contra Bolsonaro
» Ciro Gomes diz que facada em Bolsonaro é ‘barbárie’ e exige punição
» Bolsonaro diz não entender aumento de sua rejeição na pesquisa Ibope
» Ibope: Em Pernambuco, Ciro ultrapassa Bolsonaro e encosta em Marina

Segundo seu filho, o deputado estadual Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), o ocorrido com o presidenciável “Infelizmente foi mais grave que esperávamos. A perfuração atingiu parte do fígado, do pulmão e da alça do intestino. Perdeu muito sangue, chegou no hospital com pressão de 10/3, quase morto… Seu estado agora parece estabilizado. Orem, por favor!”, escreveu, em postagem no Twitter.

» Bolsonaro perde para Ciro, Marina e Alckmin no segundo turno, diz Ibope
» Bolsonaro mantém liderança; Ciro sobe e empata com Marina, diz Ibope
» TSE ordena Facebook a retirar do ar publicação sobre Bolsonaro

Segundo informações do UOL, a Polícia Militar de Juiz de Fora também confirmou o esfaqueamento, que aconteceu na rua Halfeld, no centro da cidade. A corporação disse que um homem suspeito do crime foi preso em flagrante e levado para a superintendência da Polícia Federal na cidade mineira para prestar esclarecimentos. 

O superintendente de Investigação e Polícia Judiciária da polícia Civil de Minas Gerais, Carlos Capristrano, disse que os policiais tiveram dificuldade em retirar o suspeito do crime do local porque apoiadores de Bolsonaro tentavam agredí-lo. “A informação que obtive do local é que a polícia teve dificuldades em tirar o suspeito da área porque muitos apoiadores queriam linchar o rapaz”, afirmou o delegado.

 

Veja o vídeo:


FECHAR