publicidade
28/08/18
Foto: Guga Matos
Foto: Guga Matos

Candidatos debatem saúde, autonomia de Suape, feminicídio e BR-232

28 / ago
Publicado por Blog de Jamildo em Eleições 2018 às 11:05

Durante o segundo bloco do primeiro debate entre os candidatos ao governo de Pernambuco cada postulante ao Palácio do Campo das Princesas respondeu perguntas de comunicadores da rede de emissoras da Rádio Jornal, no máximo, uma vez. Na ocasião foi sorteada a ordem dos perguntadores e a sequência de quem respondeu. As perguntas tiveram 30 segundos e a resposta poderia ter até 1 minuto e 30 segundos, com nova intervenção do jornalista por 30 segundos e uma tréplica de 1 minuto para o candidato.

Perguntado sobre o Hospital da Mulher de Petrolina foi prometido em 2014 e não foi concluído, Paulo Câmara (PSB) disse que ele será prioridade caso seja reeleito. “Com a crise nós tivemos que ampliar os serviços que já existiam, ampliamos em 10% os serviços de saúde. O Hospital da Mulher de Petrolina precisa ser feito, você tem razão. Com certeza vamos priorizar nesse segundo mandato o Hospital da Mulher de Petrolina”. ‘Todos sabem que fomos perseguido pelo presidente Temer e por seus aliados. Perseguição de um governo que não tem compromisso com Pernambuco. Apesar disso estamos fazendo o que é preciso ser feito. E com o presidente Lula vamos ter acesso de volta ao crédito”, afirmou.

LEIA TAMBÉM
» ‘Todas as promessas de 2014 estão válidas’, disse Paulo Câmara
»
Dani Portela liga Armando Monteiro e Maurício Rands ao governo do PSB
» Armando diz que não vê problema em FBC ser líder de Temer
» Em debate, adversários fazem cobranças e críticas a Paulo Câmara
» ‘Em 2019 teremos a oportunidade de ter Lula governando o Brasil’, diz Paulo

Ao ser perguntado pelo jornalista Ciro Bezerra sobre a autonomia do Porto de Suape e sua atuação como líder empresarial e senador, Armando Monteiro (PTB) disse que é preciso retomar a gestão de Suape. “Essa foi uma lei aprovada, uma lei federal, que resultou nessa federalização. Reconheço que isso não deu certo. Precisamos retomar a autonomia na gestão de Suape. Isso é uma condição muito importante para que Pernambuco tenha custos mais baixos na exportação. Hoje temos preços e custos para uma economia que se pretende competitiva como a nossa. Quero lamentar o fato de que a empresa Suape nos últimos anos teve cinco presidentes, estamos politizando a gestão numa empresa estratégica”, disse.

» Com PDT ainda no governo, Rands diz que não é ‘coronel’ para mandar sair
» Armando compara Paulo a Eduardo Campos para criticar adversário
» Armando e Paulo empurram Temer um para o outro, em debate

Dani Portela (PSOL) respondeu sobre o cenário de feminicídio em Pernambuco e criticou a gestão do PSB. “Há mais de dez anos eu estou especificamente nessa área como advogada. Eu estive na implantação da Lei Maria da Penha e ser mulher em Pernambuco é muito difícil. Não pode esquecer que a gente não estava falando de um quadro de agora, são 12 anos de gestão do PSB”, criticou a candidata do PSOL.

Maurício Rands (PROS) foi perguntado sobre o estado da BR-232 e disse que não se sente seguro. “Eu vejo problemas e me angustio como pernambucano. Nós temos uma proposta para resolver os problemas das rodovias de Pernambuco, um modelo de licitação que vai licitar a da estrada”. “Não me sinto seguro porque já vejo muitos buracos”, completou.


FECHAR