publicidade
21/08/18
Foto: Diego Padgurschi
Foto: Diego Padgurschi

Sobre Bolsonaro, Marina diz que ‘existem muitos retrocessos no Brasil’

21 / ago
Publicado por Victor Tavares em Eleições 2018 às 16:43

A ex-senadora Marina Silva, candidata a presidente pela Rede Sustentabilidade, comparou nesta terça-feira (21), no Recife, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL), seu adversário, a um retrocesso. “Existem muitos retrocessos que estão acontecendo no Brasil, um deles é o retrocesso político, retrocesso político daqueles que tem saudosismo do autoritarismo, da ditadura, e obviamente que não queremos que o Brasil volte para o período da falta de democracia”, afirmou ao ser questionada sobre a repercussão da sua resposta ao parlamentar no debate realizado pela RedeTV! na última sexta-feira (17).

“O enfrentamento que a sociedade precisa dar aos problemas graves que nós estamos vivendo, não tem como ser resolvido em passe de mágica e uma eleição não o momento de você apresentar saídas, muitas vezes enganosas para a população, o problema da violência não tem como ser resolvido com cada pessoa tendo uma arma para se defender”, disse ainda sobre Bolsonaro.

 LEIA TAMBÉM
» Alckmin quer distância e rebate ’50 tons de Temer’ apontada por Boulos
» Marina rebate Bolsonaro: ‘acha que pode resolver tudo no grito’
» Em debate, Boulos ironiza Meirelles: ‘não estou junto com sem-vergonha’
» Dias e Marina criticam candidatura de Lula em debate

Marina Silva cumpriu sua primeira agenda de campanha em Pernambuco, estado onde foi a mais votada em 2014, com 48,05% dos votos válidos. A presidenciável participou de um encontro com organizações ‘apadrinhadas’ pelo Porto Social, no prédio da instituição, no bairro da Ilha do Leite, no Recife.

Relembre

O terceiro bloco do debate reservou um embate entre Bolsonaro e Marina, respectivamente líder e segunda colocada nas pesquisas de intenção de voto sem a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso e condenado na Operação Lava Jato e registrado no Tribunal Superior Federal (TSE) como candidato do PT. O embate entre a candidata da Rede e o do PSL foi sobre disparidade salarial entre homens e mulheres no País e a proposta dele de revogar o Estatuto do Desarmamento. “Você acha que pode resolver tudo no grito, na violência”, afirmou Marina.

» Bolsonaro nega que tenha sido grosseiro em embate com Marina
» Marina rebate Bolsonaro: ‘acha que pode resolver tudo no grito’
» Dias e Marina criticam candidatura de Lula em debate
» Em debate, Marina confronta Bolsonaro sobre mulheres

Pesquisa Ibope JC/Rede Globo

Em cenário sem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), a ex-senadora Marina Silva (Rede) lidera as intenções de voto em Pernambuco com 16%, seguida do deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ), com 12%, revelou a pesquisa Ibope JC/TV Globo. Como a margem de erro do levantamento, divulgado nessa segunda-feira (20), é de três percentuais, os dois estão tecnicamente empatados.

A ex-senadora é a quem mais herda votos do petista, que deve ser barrado pela Lei da Ficha Limpa. O ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT) aparece com 9%, seguido pelo ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB), com 6%. O ex-prefeito de São Paulo e candidato a vice de Lula Fernando Haddad (PT) marcou 4%. Haddad deve ser alçado a candidato a presidente com a deputada estadual Manuela D’Ávila (PCdoB) como vice.

 


FECHAR