publicidade
18/08/18
Foto: Marcelo Camargo/ABr
Foto: Marcelo Camargo/ABr

Marina rebate Bolsonaro: ‘acha que pode resolver tudo no grito’

18 / ago
Publicado por Amanda Miranda em Eleições 2018 às 0:15

A ex-ministra Marina Silva (Rede) rebateu, nesta sexta-feira (17), em debate realizado pela RedeTV, as declarações do deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) sobre a disparidade salarial entre homens e mulheres no País e a proposta dele de revogar o Estatuto do Desarmamento. “Você acha que pode resolver tudo no grito, na violência”, afirmou Marina Silva.

Dois blocos antes, ao ser questionado pelo ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles (MDB) sobre a diferença salarial, afirmou: “não temos que nos preocupar com isso”. Bolsonaro disse que o direito à igualdade de salários está assegurado na legislação trabalhista.

LEIA TAMBÉM
» Alckmin quer distância e rebate ’50 tons de Temer’ apontada por Boulos
» Alckmin promete fazer obras complementares à transposição
» Marina rebate Bolsonaro: ‘acha que pode resolver tudo no grito’
» Em debate, Boulos ironiza Meirelles: ‘não estou junto com sem-vergonha’
» Dias e Marina criticam candidatura de Lula em debate
» Púlpito de Lula é retirado em debate da RedeTV

Hoje, as mulheres chegam a receber 53% menos que os homens, segundo a Organização Mundial do Trabalho (OMT).

“Só uma pessoa que não sabe o que significa uma mulher ganhar salário menor que o homem, ter as mesmas capacidades e ser a primeira a ser demitida e a última a ser promovida”, respondeu Marina Silva ao ser chamada por Bolsonaro para um embate. “Um presidente da República está lá para combater injustiça”.

Bolsonaro disse defender as mulheres por ser favorável à posse de arma de fogo. “Você acha que pode resolver tudo no grito, na violência. Você fica ensinando para o nosso jovem que tem que resolver as coisas na base do grito”, rebateu Marina Silva.

“Quero parabenizar você, Marina, por ter colocado Bolsonaro no seu lugar”, disse Guilherme Boulos, candidato do PSOL, em seguida.

 


FECHAR