publicidade
08/08/18
Foto: Filipe Jordão/JC Imagem
Foto: Filipe Jordão/JC Imagem

Em resposta a Humberto, Mendonça fala em ‘turma da Lava Jato’

08 / ago
Publicado por Amanda Miranda em Eleições 2018 às 21:40

Da assessoria de imprensa de Mendonça Filho

O ex-ministro da Educação e candidato a senador, Mendonça Filho, rebateu o senador Humberto Costa, após sofrer novos ataques do petista. “Humberto tem de parar de fazer campanha à base de mentiras, bravatas e factoides e explicar aos pernambucanos porque o Ministério Público e a Justiça o incluíram na turma da lava jato, o maior escândalo de corrupção da história do País”, afirmou. Mendonça lamentou que, após oito anos no Senado, Humberto não tenha nada a apresentar aos pernambucanos além de baixarias, ataques e inverdades contra os adversários.

“Em menos de dois anos à frente do MEC fiz pela Educação ações estruturantes que 13 anos de gestão petista não fez como a reforma do ensino médio, a entrega da Base Nacional Comum Curricular, o Novo Fies”, afirmou. Segundo Mendonça, não adianta Humberto mentir e ficar delirando em cima de inverdades sobre os programas do Ministério da Educação. “A verdade é que recebemos o MEC com cortes de mais de R$ 17 bilhões nos orçamentos de 2015 e 2016, feitos pelo PT, deixando contas atrasadas, programas encerrados e obras paralisadas. Com gestão eficiente regularizamos os repasses, retomamos obras em universidades, institutos e na educação básica em todo o País” afirmou.

LEIA TAMBÉM
» No Senado, Humberto chama Mendonça de xeleléu de Temer e diz que não o perdoa por denuncia em 2006
» Mendonça diz que Humberto está desesperado para escapar da Lava Jato
» Humberto usa discurso de ‘turma de Temer’ contra Mendonça e Bruno
» Priscila Krause sai em defesa de Mendonça Filho e critica Paulo Câmara
» Isaltino lembra derrotas de Mendonça: ‘De voltar pra casa ele entende’
» ‘Paulo não deu conta do recado. Precisamos mandá-lo para casa’, provoca Mendonça

Mendonça lembrou que voltou a repassar 100% dos recursos para custeio das universidades e institutos federais em 2016 e 2017, fato que não ocorria nos últimos anos da gestão do PT. Com relação a programas como o Fies, ProUni e Ciência Sem Fronteiras, Mendonça Filho diz Humberto devia se envergonhar de mentir tanto. “Fico impressionado como Humberto tem coragem de falar do FIES sem mencionar o rombo de R$ 32 bilhões no programa durante os governos petistas”, afirmou Mendonça, ressaltando que para garantir a manutenção do programa criou o Novo Fies com uma linha de crédito a juros zero para os mais pobres.

Com relação ao ProUni, Mendonça diz que o programa teve crescimento recorde na sua gestão aumentando em 50% a oferta de bolsas de estudo integrais e parciais. “Se Humberto se preocupasse em dizer a verdade, diria que o Ciência sem Fronteiras para graduação foi encerrado em 2014 no Governo do PT. Na nossa gestão restaram dívidas a serem pagas”, disse Mendonça, destacando que, ao contrário de Humberto, está disposto a debater sobre temas que interessam aos pernambucanos. “Tenho muito trabalho para mostrar para Pernambuco e para o País”, finalizou.


FECHAR