publicidade
02/08/18
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Bruno Araújo critica decisão do PT que rifou Marília: ‘moeda de troca’

02 / ago
Publicado por Douglas Fernandes em Eleições 2018 às 12:52

Após o senador e pré-candidato ao governo de Pernambuco Armando Monteiro Neto (PTB) chamar de “golpe” a retirada da candidatura da vereadora Marília Arraes ao Palácio das Princesas, o deputado federal Bruno Araújo (PSDB), que disputará o Senado na chapa de Armando, também criticou a decisão da Executiva Nacional do PT que rifou a vereadora.

“O que vimos ontem (1º) foi um capítulo ruim na história política de Pernambuco. A retirada de candidatura de Marília enfraquece o debate e mostra que o que há do lado de lá são os interesses partidários, sendo o foco principal da política, transformando Pernambuco em moeda de troca”, afirmou o tucano, em vídeo divulgado pelas redes sociais nesta quinta-feira (2).

LEIA TAMBÉM
» Dilson Peixoto pede ‘tranquilidade’ a Marília após decisão do PT
» Armando diz que retirada de Marília da disputa foi ‘golpe’ no PT
» Marília Arraes critica PSB e espera recurso ao diretório nacional
» Executiva do PT confirma apoio a Paulo Câmara e retirada de Marília Arraes
» Após acordo entre PT e PSB, Marília Arraes diz que não sobe no palanque de Paulo Câmara

PT e PSB fecharam acordos em 14 Estados, incluindo Pernambuco e Minas Gerais. Em Minas, o ex-prefeito de Belo Horizonte Márcio Lacerda (PSB) tinha uma pré-candidatura ao governo mineiro com apoios de outros partidos, como o PDT, que foi rifada em prol da costura com os petistas. Com a saída de Lacerda, o governador Fernando Pimentel (PT), que tentará a reeleição, tem menos um adversário na disputa.

“Aqui, eu, Armando e Mendonça vamos seguir ouvindo os pernambucanos, acreditando em Pernambuco em primeiro lugar e apresentando os melhores projetos ao povo pernambucano”, disse.


FECHAR