publicidade
12/07/18
Na campanha de 2014, Jarbas, Raul Henry, Paulo Câmara, Fernando Bezerra Coelho e Geraldo Julio (Foto: Michelle Souza/Acervo JC Imagem)
Na campanha de 2014, Jarbas, Raul Henry, Paulo Câmara, Fernando Bezerra Coelho e Geraldo Julio (Foto: Michelle Souza/Acervo JC Imagem)

Depois de ação de FBC, Raul Henry remarca convenção estadual do MDB

12 / jul
Publicado por Victor Tavares em Eleições 2018 às 16:09

Na última segunda-feira (9), a menos de duas semanas das convenções partidárias, ocorreu mais um capítulo da disputa judicial entre os grupos de FBC e Jarbas Vasconcelos pelo comando do MDB de Pernambuco. 

O documento protocolado ontem (11) chama a atenção para a “urgência na análise e no deferimento do presente pedido”, considerando o prazo para definição de candidatos e formação de coligações que deve acontecer entre os dias 20 de julho a 5 de agosto. 

LEIA TAMBÉM
» Comando do MDB em Pernambuco pode ser decidido por Carmen Lúcia, no STF
» FBC entra com cautelar cobrando que Carmem Lúcia defina comando do MDB em Pernambuco
» No STF, PGR se pronuncia a favor de Fernando Bezerra na disputa pelo diretório regional do MDB

A executiva nacional do MDB, que se baseia no prazo de realização das convenções partidárias para pedir urgência na análise, espera que a decisão seja tomada pela Ministra Carmén Lúcia, que responde pelo plantão até 31 de julho.

Já a executiva estadual do partido, que é presidida pelo vice-governador Raul Henry, espera que Ricardo Lewandowski – que volta a responder pelo processo em 1º de agosto – tome a decisão, sendo por isso o fato de a convenção estadual do MDB ter mudado de data – para o dia 3 de agosto -, para que a sua realização no dia 20 não seja pretexto para que a decisão seja tomada pela magistrada em regime de plantão. 

“Em resumo, o fato de haver datas legalmente estabelecidas para a realização das convenções partidárias – a partir de 20/07/2018 – torna ainda mais urgente a prestação jurisdicional que encerre os litígios no STF e no TSE, de maneira que os processos voltem a ter curso na jurisdição ordinária e que não haja risco de perecimento do direito postulado”, diz o texto, que pede para rever parcialmente a liminar de Lewandowski que manteve o diretório do MDB de Pernambuco com Raul Henry. 

Caso o parecer pela extinção do processo seja acatado no STF, Fernando Bezerra Coelho deve voltar ao comando do MDB no Estado. A volta de FBC ao comando da legenda poderá ser prejudicial ao governador Paulo Câmara (PSB), pela perda do tempo de guia eleitoral do MDB. Com esse eventual resultado a favor de FBC, a postulação de Jarbas Vasconcelos ao Senado, na chapa do governador Paulo Câmara (PSB) fica inviabilizada, pois Jarbas está oficialmente filiado ao MDB.



FECHAR