publicidade
12/07/18

Aeroporto de Serra Talhada recebe voo experimental

12 / jul
Publicado por Victor Tavares em Notícias às 19:19

Nesta quinta-feira (12), o O Aeroporto de Serra Talhada recebeu um voo experimental da Companhia Aérea Azul. A aeronave saiu do Recife com cerca de 65 passageiros, entre eles o ministro dos Transportes Valter Cassimiro, o secretário de Transportes de Pernambuco Antônio Júnior e o deputado Sebastião Oliveira (PP), ex-secretário da pasta no Estado.

LEIA TAMBÉM
» Quatro regiões do Sertão serão beneficiadas pelo aeroporto em Serra Talhada
» Sebastião Oliveira diz que esta quase tudo pronto no Aeroporto de Serra Talhada
» Azul espera certificação de aeroportos para iniciar operações em Caruaru e Serra Talhada

Para receber aviões de maior porte, o Aeroporto de Serra Talhada precisou ser requalificado. Até o momento, o Governo do Estado investiu cerca de R$ 7,5 milhões na pista de pouso e decolagem, no balizamento noturno e na construção do ‘Turn Around’, além da instalação do terminal provisório de passageiros.

Atendendo à exigência da aviação civil, o aeroporto foi contemplado com a instalação, no Brasil, da primeira Estação Meteorológica de Superfície Automática (EMS-A). Doada pelo Ministério dos Transportes, a EMS-A utiliza tecnologia de ponta e é toda movida à energia solar. Ela envia às aeronaves todas as informações climáticas da região em tempo real. Esses dados garantem um voo mais seguro. Este equipamento junto com a sua instalação custa em torno de R$ 2 milhões.

A expectativa é que o novo aeroporto contribua para o desenvolvimento econômico dos Sertões do Pajéu, Central e Moxotó. Hoje, Serra Talhada já está consolidada como importante polo médico, comercial, universitário e turístico.

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Transportes, assinou um Termo de Compromisso com a Secretaria Aviação Civil, órgão vinculado ao Ministério dos Transportes, garantido o repasse por parte do Governo Federal de recursos na ordem de R$ 20 milhões, para a construção do terminal definitivo de passageiros e outras obras de infraestrutura.


FECHAR