publicidade
11/07/18
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Prefeito do PSB em Ribeirão diz que vota em Bruno Araújo para o Senado

11 / jul
Publicado por jamildo em Notícias às 16:10

O prefeito de Ribeirão, na Mata Sul, Marcelo Maranhão, ao que parece será o primeiro prefeito do PSB em Pernambuco a declarar apoio à candidatura de Bruno Araújo, PSDB, ao Senado caso ele decida entrar na disputa.

“A sua relação republicana durante sua gestão no Ministério das Cidades, que ajudou muito Ribeirão, me leva a manifestar meu apoio”, afirma o prefeito, nesta quarta-feira.

A formação da chapa de oposição mostra algum ruído.

Nesta mesma quarta-feira, o senador e pré-candidato Armando Monteiro (PTB) deu sinais de que não gostou das páginas dos jornais nesta quarta e divulgou um comentário a respeito das especulações publicadas sobre a formação da chapa majoritária da frente “Pernambuco Vai Mudar”.

“Não sabia que se definia chapa pelos jornais. Como candidato a governador, com a delegação que recebi do conjunto desde a consolidação da formação da frente Pernambuco Vai Mudar, sou eu que coordeno o processo. Salvo se me for retirada essa delegação.”, afirmou Armando Monteiro.

A bronca é dirigida menos aos jornalistas e mais ao aliados que não se entendem sobre a formação da chapa.

Paulo Câmara e a vida em Ribeirão

As pessoas podem não lembrar, mas a cidade de Ribeirão foi onde o governador Paulo Câmara iniciou sua vida laboral como caixa do Banco do Brasil. Quatro anos atrás, em julho de 2014, Paulo Câmara estava em campanha na cidade, sendo recepcionado em um evento organizado por Marcelo Maranhão, segundo colocado nas eleições municipais de 2012.

Naquele julho de 14, a campanha de Paulo Câmara ao Governo do Estado tentava matar dois coelhos com uma cajadada só, em Ribeirão, na Mata Sul.

Mais de 20 anos depois de iniciar sua jornada no serviço público em Ribeirão, o socialista retornou ao município da Mata Sul na condição de líder da frente partidária de 20 partidos.

“Ao chegar aqui, lembrei de como era vir a Ribeirão, há mais de 20 anos, todo dia às 7 h da manhã. Ajudei a abrir conta de alguns aqui e pude servir a população deste município. Como governador, poderei fazer muito mais ainda por vocês. É um compromisso”, prometeu então.

Cerca de três mil pessoas que lotaram o Clube da Maçonaria, que abrigou o evento. No evento, Paulo Câmara disse que foi nos Governos Eduardo Campos (PSB) que Ribeirão e todos os demais municípios da Mata Sul pernambucana deixaram de conviver com o medo de enchentes.

“As barragens foram construídas e, hoje, vocês já não têm medo e as indústrias têm a segurança de vir para cá, gerando empregos”, disse então.

Além da louvação a Paulo Câmara, o outro objetivo era bater no histórico contra os usineiros, atividade na qual a família Monteiro Neto tem negócios.

Não por acaso, uma estudante de 20 anos, foi usado no evento, com direito a discurso, para questionar os interesses de adversários do socialista.

“Usineiro não pode comprar a cidade. Não pode vir aqui, como há quatro anos, pegar nossos votos e só aparecer de novo na eleição”, bradou.

Marcelo Maranhão destacou que trabalhará dia e noite para que Paulo conquistasse uma vitória retumbante no município. “O povo sabe quem está com ele. E a Frente popular está”, pontuou.

Depois do ato, Paulo Câmara esteve acompanhado pelo então ‘colega de chapa’ Fernando Bezerra Coelho (PSB) em uma visita a residência do então prefeito Romeu Jacobina (PR), que estava engajado na campanha.

“Paulo é o melhor para Pernambuco. Ele tem as melhores ideias, e nós vamos nos dedicar inteiramente por sua vitória”, assegurou, na época.



FECHAR