publicidade
14/12/17
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem

Guilherme Uchoa critica Temer e atuação dos ministros pernambucanos

14 / dez
Publicado por jamildo em Notícias às 15:40

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado, Guilherme Uchoa, do PDT, aliado do governador Paulo Câmara, aproveitou a confraternização do Legislativo, neste quinta-feira, para criticar o presidente Temer e a atuação dos ministros pernambucanos no governo Federal, antecipando o que parece ser a estratégia dos socialistas para a reeleição do governador do PSB.

O presidente da Alepe acusou o governo Federal de promover ‘uma política rancorosa’, ao barrar investimentos para o Estado de Pernambuco.

“Qual foi o ano em que Pernambuco teve mais ministros no governo Federal? São cinco ministérios, se considerarmos o assessório (Defesa). Mesmo assim, qual foi o ano em que Pernambuco teve menos recursos federais? É uma política rancorosa”, afirmou.

Outra crítica que ele fez a Temer diz respeito ao processo de investigação. “Na minha opinião, Temer deveria ter aceito ser investigado. Qual o problema?”, afirmou, alguns meses após o desfecho do pedido de afastamento.

Uchoa também disse que, se fosse deputado federal, jamais votaria a reforma da Previdência proposta pelo governo Federal. “A necessidade de cobrir o rombo não foi criada por Mané, José ou Pedro”

Na mesma linha dos socialistas, Uchoa criticou o aumento do gás de cozinha e a formação do palanque de oposição.

“Se de um lado nos temos o desgaste da insegurança, do outro, eles vão ter que explicar o aumento do gás para a população, vão ter que explicar a reforma trabalhista e a reforma previdenciária”, comentou.

Uchoa revelou que recebeu convites para conversar com Armando Monteiro Neto, mas que não pensa em mudar de lado.

“Eu já fui (da oposição). Para que estar indo e voltando, feito coro de pescoço?”, pilheriou.

 

Palanque da oposição

Na conversa que manteve nesta quinta-feira, Uchoa, conhecido pela verve, não deixou de ironizar as falas dos opositores no sentido de que poderiam jogar em qualquer posição, em 2018. “Na verdade e a rigor, estão todos no banco de reservas. Quem é o técnico deste time? Quem escala? Eles não sabem. Do lado de cá, tá definido o candidato, Paulo Câmara. Quem é o candidato da oposição?”, questionou.

“Para que tanta gente? Eles vão ter que definir quem vai para a forca. Eles vão escolher quem vai para o cadafalso”, citando quem iria enfrentar o candidato da situação em 2018.

“Uma coisa é juntar pessoas, outra é fazer um ajuntamento de pessoas”

Nos elogios públicos a Paulo Câmara, Uchoa disse que o problema da segurança é nacional e que Paulo Câmara está reagindo ao problema, com nomeação de PMs e novos batalhões.

Uchoa destacou que Paulo Câmara está andando mais pelo interior e está dando respostas às reinvindicações das pessoas, com mais ações nas áreas de segurança.

“Paulo Câmara dá demonstrações de ser um bom gestor. O Estado está com pagamento em dia. Antes, isto era uma obrigação. Hoje é um diferencial”, disse, numa referência a crise dos estados da federação.


FECHAR