publicidade
01/04/17
Foto: Roberto Pereira/PSB
Foto: Roberto Pereira/PSB

PSB defende Paulo Câmara e rebate pesquisa com críticas a Uninassau e Armando Monteiro

01 / abr
Publicado por jamildo em Notícias às 13:57

O presidente do PSB em Pernambuco, Sileno Guedes, foi rápido no gatilho para rebater a primeira sondagem da Uninassau sobre as intenções de voto para 2018, que aponta uma reprovação de 74% para a gestão Paulo Câmara.

Menos de duas horas de ter sido revelada, neste sábado, o partido desanca o instituto de pesquisa e também o senador Armando Monteiro, que aparece em primeiro nas intenções de voto.

Sileno Guedes disse que Paulo Câmara vai continuar trabalhando e que seria cedo para auferir a disposição dos eleitores.

A bem da verdade, sem entrar no mérito da nota de Sileno Guedes, o PSB comete uma injustiça com o instituo de pesquisas Uninasssau. Em todas as eleições do PSB, o Uninassau acertou em suas previsões. Foi o instituto que primeiro revelou a virada de Paulo Câmara sobre Armando Monteiro, além de acertar o resultado final. Nas eleições estaduais, também foi o instituto que revelou antes a vitória do senador Fernando Bezerra Colho, quando os demais apontavam a vitória de João Paulo.

Antes disto, também acertou o resultado das duas eleições do prefeito Geraldo Julio, no Recife.

PTB rebate nota de Sileno Guedes. “O desespero bate à porta do PSB”

Sobre pesquisa, Sílvio Costa faz troça com Paulo Câmara. “O PSB precisa ter mais fair play”

Veja a nota oficial do PSB
 
Lamentamos que se dê guarida a um instituto que nunca acertou nada em Pernambuco. Neste caso, faz barulho em torno de intenção de voto espontânea, conceito que não tem nenhum significado, especialmente quando ainda falta tanto tempo para eleição.

Não importa que os adversários façam campanha 24 horas por dia. O governador Paulo Câmara vai continuar trabalhando 24 horas por dia para resolver os problemas dos pernambucanos.

Temos pesquisas que mostram o claro reconhecimento da população ao trabalho que vem sendo feito pelo governador Paulo Câmara para vencer a conjuntura adversa.

A este respeito, devemos dizer que Pernambuco inteiro sabe que as dificuldades que estamos passando foram criados pelas políticas equivocadas dos governos do PT, do qual Armando participou e saiu consagrado como “o ministro do desemprego”, responsável pelo sofrimento de milhões de brasileiros

Temos a tranquilidade de saber que Pernambuco não quer voltar ao passado. A oposição representa setores ultrapassados que a sociedade já colocou em posição secundária.

As dificuldades do presente não podem apagar os grandes avanços que o atual ciclo politico conseguiu. O Trabalho e a verdade vencerão o oportunismo, a irresponsabilidade e a ganância dos que colocam seus próprios interesses econômicos acima do bem comum.

SILENO GUEDES
PRESIDENTE PSB-PE


FECHAR