publicidade
03/03/17
Foto: Cortesia
Foto: Cortesia

Cerca de 60 famílias foram removidas após vazamento na Transposição

03 / mar
Publicado por Amanda Miranda em Notícias às 19:29

Cerca de 60 famílias de 10 comunidades de Sertânia, no Sertão pernambucano, foram retiradas do entorno do reservatório Barreiro da Transposição do Rio São Francisco, que teve um vazamento nesta sexta-feira (3). Esse açude é um dos últimos antes de água chegar a Monteiro, a primeira cidade da Paraíba que será beneficiada pelo projeto. Apesar do problema, o presidente Michel Temer (PMDB), deve vir ao Nordeste na próxima quinta-feira (9) para vistoriar as obras.

LEIA TAMBÉM
» Transposição: ministério admite vazamento em Sertânia, mas nega riscos
» Açude da transposição ameaça romper, em Sertânia. Famílias são evacuadas pelo Ministério da Integração
» Temer volta ao Nordeste dia 9 para inaugurar Transposição na Paraíba

A expectativa do Ministério da Integração Nacional, responsável pela transposição, é de que as obras emergenciais e mitigatórias para conter o vazamento sejam concluídas neste sábado (4). De acordo com a pasta, não há risco estrutural ao reservatório. “A barragem está íntegra, permitindo, inclusive, o tráfego de caminhões para atender a esta situação”, disse em nota.

Segundo a Integração Nacional, as 60 famílias afetadas pelo vazamento do reservatório estão abrigados em um ginásio, uma escola municipal, um salão paroquial e no canteiro de obras da transposição. Serão disponibilizados também kits de ajuda emergencial contendo colchonetes, material de higiene e mantimentos, dentre outros itens.

O açude fica entre as estações de bombeamento 5 e 6 do eixo leste do projeto, que capta a água do reservatório de Itaparica, em Floresta, também no Sertão pernambucano, e pretende levá-la até Monteiro. Depois, a água seguirá pelo Rio Paraíba até o reservatório Boqueirão, para reforçar o abastecimento em Campina Grande, também na Paraíba. A pasta de Integração Nacional foi questionada se o prazo está mantido, mas não respondeu à pergunta na nota enviada.

» Pelas redes sociais, Lula cobra paternidade da Transposição do São Francisco após visitas e Temer e Alckmin
» Em Floresta, Temer aciona terceira estação de bombeamento do eixo leste da transposição
» Governo Temer já usa transposição para tentar melhorar popularidade no Nordeste

As obras do reservatório Barreiro foram iniciadas em março de 2014 e finalizadas em setembro de 2015. A liberação para encher o reservatório foi em 25 de fevereiro, durante o Carnaval, e a saída das águas pela estrutura de controle aconteceu no dia 27, totalizando dois dias de enchimento. A capacidade total é de 2.612.000 metros cúbicos.

A água da transposição chegou a Sertânia na última sexta-feira (24), após uma visita do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB). Através da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), o tucano, que tem planos de se candidatar à presidência, emprestou bombas para o projeto.

» Transposição: restam 53 km para água chegar a Monteiro, na Paraíba
» MPF diz que “é difícil” água da Transposição chegar à Paraíba agora
» Menor preço para concluir eixo norte da Transposição foi de R$ 442,21 milhões

De acordo com o Ministério da Integração Nacional, 96,89% do eixo leste estão concluídos até agora. A construção do canal da transposição começou em 2007, ainda no governo Lula (PT), com previsão inicial de acabar três anos depois. O petista usou nos últimos dias as redes sociais para cobrar a paternidade da obra, depois da aproximação de Alckmin e de Temer da transposição para melhorar a popularidade no Nordeste. Dentro dessa estratégia, o líder da oposição no Senado, Humberto Costa (PT-PE), vai visitar a transposição neste sábado (4).

Em entrevista no programa Resenha Política, da TV JC, o ministro Bruno Araújo (Cidades) confirmou a visita de Michel Temer para a próxima semana. O próprio peemedebista veio a Floresta no fim de janeiro para inaugurar a terceira estação de bombeamento no eixo leste, quando prometeu concluir esse trecho até o fim do semestre.


FECHAR