publicidade
01/01/17
presidente-da-camara-fabio-barros
presidente-da-camara-fabio-barros

Ex-militante do PT, Fábio Barros é novo presidente da Câmara Municipal do Paulista

01 / jan
Publicado por jamildo em Notícias às 21:02

Por unanimidade, o vereador Fábio Barros (PSB) foi eleito neste domingo (1°.01) o novo presidente da Câmara Municipal do Paulista.

O parlamentar, no terceiro mandato, assume o comando da Casa de Torres Galvão no biênio 2017 – 2018.

O socialista recebeu 14 dos 15 votos possíveis.

A exceção ficou por conta do vereador Antônio Valpassos (Tonico) que não participou da solenidade de posse e definição da Mesa Diretora.

Com a vitória de Fábio Barros, a composição da Mesa Diretora ficou da seguinte forma: Pedro Marinho (vice-presidente); Eudes Farias (primeiro secretário); Irma Iolanda (segunda secretária); e Camelo do Seguro (terceiro secretário).

A partir de hoje, o grupo fica responsável por coordenar os trabalhos na casa legislativa.

Após a apuração dos votos, o novo presidente da Câmara prometeu que a sua gestão vai aproximar o Legislativo da população.

“O diálogo que foi tratado com cada companheiro foi de que a Casa de Torres Galvão precisa estar mais próxima das pessoas, e ela estará. Não só no papel que nos cumpre, mas na presença, na instituição, nas comunidades, e tudo aquilo que for importante pra nossa cidade”, disse Fábio Barros.

O socialista ainda destacou ‘o papel da política como forma de mudar a vida das pessoas’.

O novo presidente da Câmara Municipal tem 44 anos, é biólogo, ambientalista e com especialização em Oceanografia pela UFPE.

Nasceu na capital pernambucana, Recife, e mora no município do Paulista há 35 anos.

Fábio Barros foi eleito vereador do município do Paulista em 2009, quando então exerceu seu primeiro mandato.

Já em 2013 é reeleito, exercendo seu segundo mandato.

Como professor e legislador suas áreas de atuação sempre se destacaram em assuntos como Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável e Prevenção à Violência, rendendo-lhe o convite para assumir a primeira Secretaria de Meio Ambiente do município do Paulista. Ainda foi titular da pasta de Desenvolvimento Urbano. Também atuou como Conselheiro Tutelar.

Em 2014, abandonou o PT.

O vereador Fábio Barros anunciou então a sua desfiliação do PT. Segundo o parlamentar, a decisão foi motivada por perseguição política de alguns membros da legenda e pelo não cumprimento do estatuto da sigla. O ex-secretário de Meio Ambiente, que também acumulou a pasta de Desenvolvimento Urbano na gestão do prefeito Junior Matuto (PSB), aproveitou a sessão da Câmara de Vereadores para comunicar também a saída de outros 113 membros do PT. A desfiliação coletiva foi encaminhada ao diretório municipal da sigla.

Em seu pronunciamento de retorno à Câmara, Fábio Barros fez um balanço dos projetos coordenados ao longo de dez meses um ano à frente da Secretaria de Meio Ambiente. Na oportunidade, ele também deu uma resposta ao partido pela resolução imposta do âmbito nacional para a esfera local sobre a entrega dos cargos nas gestões do PSB no Estado.

Na visão de Fábio Barros, o trabalho desenvolvido pelo PT em Paulista obteve resultados positivos, o que deveria provocar uma reflexão na cúpula do partido em Pernambuco. Desde o ano passado, a sigla vinha, mesmo de forma não oficial, obrigando o vereador licenciado a deixar os cargos na gestão do prefeito Junior Matuto (PSB), sob pena de aplicar sanções administrativas.

Na época, o vereador foi enfático ao frisar que não tinha mantido entendimentos com nenhuma sigla.


FECHAR