publicidade
08/11/16
Fidel Castro e Miguel Arraes. Crédito: Família, amigos e política
Fidel Castro e Miguel Arraes. Crédito: Família, amigos e política

Comemoração do centenário de Miguel Arraes terá eventos em Pernambuco, Brasília e Ceará

08 / nov
Publicado por Marcos Oliveira em Notícias às 13:49

Diante de um ano politicamente agitado – perpassado por um impeachment, operações policiais e uma eleição – o centenário do ex-governador Miguel Arraes, um dos maiores líderes da esquerda no Brasil, perseguido pela ditadura militar,  havia tido pouca discussão pública, sendo pouco lembrado em eventos. O que deve mudar em dezembro com a programação montada e divulgada nesta terça-feira (8) pelo Instituto Miguel Arraes, que tem como presidente do Conselho Deliberativo o seu neto, o advogado e escritor Antônio Campos. Os encontros acontecerão em Pernambuco, Brasília e Ceará.  Arraes nasceu em 15 de dezembro de 1916.

 

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) tem na figura de Arraes sua maior liderança, mas o clima antes desses eventos do centenário não é de total harmonia dentro da sigla. Se as arestas não forem aparadas até lá, será uma série de eventos que acontecerá em meio aos atritos deixados pelo processo eleitoral municipal. Mesmo tendo o PSB saído com 70 prefeituras em Pernambuco, contra 58 de 2012, veio a público insatisfações socialistas.  Tonca, como Antônio também é conhecido, perdeu no segundo turno das eleições em Olinda e criticou a liderança pernambucana da sigla.

LEIA MAIS:

» PSB ironiza vice-presidente exonerado em Pernambuco e diz que ele não falava em nome do partido
» Após racha no PSB de Pernambuco, Antônio Campos procura socialistas em Brasília e São Paulo
» Aconselhado por João de Deus a se candidatar, irmão de Eduardo Campos não cumprirá “missão” em Olinda

Miguel Arraes foi eleito em 1959 para a Prefeitura do Recife, tendo seu seu primeiro mandato de governador em 63-64, interrompido pela intervenção militar. Foi ainda chefe do executivo estadual em 1986-1990 e em 1994-98, quando perdeu para Jarbas Vasconcelos (PMDB), um antigo aliado que se transformou em um dos principais desafetos políticos.

 

CENTENÁRIO DE ARRAES:

No dia 13, em Brasília

·         9h abertura da exposição na Câmara dos Deputados

Miguel Arraes 100 anos 

·         9:30h Sessão Solene no Senado, será uma sessão conjunta com a Câmara dos Deputados.

Irá falar em nome da família Arraes o filho mais velho, José Almino Alencar e Silva

 

Dia 14, em Pernambuco

·         Exposição. Fotos e outros materiais, pelo Arquivo Público, com apoio do Governo do Estado e a CEPE, com co-realização do Instituto Miguel Arraes – IMA

·         Lançamento de quatro livros da CEPE, dos autores Wandeck Santiago, Elizabeth Souza e Remigio,Tereza Rozpwikwiat (2).

·         Será lançado também o livro “Porto do Renascimento”, de Marcos Cirano, que retrata a campanha a governador de 1998, de Arraes

·         Terá sessão de autógrafos dos livros “Processo de Anistia Funcional de Miguel Arraes” e “Operação Condor”, que tratam sobre assuntos vinculados a vida de Arraes, de autoria de Antônio Campos

·         Lançamento da segunda etapa do blog  Arraes Vive, comemorativo do seu centenário, com coordenação de Elisa Arraes

·         Na ocasião, dia de aniversário de Magdalena Fiúza Arraes de Alencar, será prestada a ela  uma homenagem especial

Local: Museu do Estado, às 20h. 

 

No dia 15, em Brasília, em Pernambuco e Ceará

·         18h Missa de Ação de Graças, em Brasília

·         18h Missa de Ação de Graças, em Recife (Casa Forte), em homenagem a Arraes e à Magdalena Fiúza Arraes de Alencar. Quinta-feira. Haverá missas em diversas cidades de Pernambuco, no Araripe e no Crato, no Ceará.

·         19h Abertura do Seminário de Prefeitos com uma homenagem ao Centenário 

·         20h Apresentação musical no Teatro Santa Isabel, em homenagem a Miguel Arraes

 


FECHAR