publicidade
03/10/16
Foto: Michele Souza/Acervo JC Imagem
Foto: Michele Souza/Acervo JC Imagem

Janot diz que propina foi usada na campanha de Eduardo Campos em 2010

03 / out
Publicado por Amanda Miranda em Notícias às 21:12

A denúncia apresentada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao Supremo Tribunal Federal (STF) afirma que parte da propina de pelo menos R$ 41,5 milhões supostamente recebida pelo senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) foi usada na campanha do ex-governador Eduardo Campos (PSB) na sua campanha à reeleição em Pernambuco, em 2010.

denuncia fbc

LEIA TAMBÉM
» Janot denuncia Fernando Bezerra Coelho e comprador do avião de Eduardo Campos ao STF
» Defesa de FBC critica MPF e diz que acusações são “descabidas”

O documento de Janot ainda acusa os empresários Aldo Guedes Álvaro, então presidente da Companhia Pernambucana de Gás (Copergás), e João Carlos Lyra Pessoa de Mello Filho, comprador do avião usado pelo ex-governador Eduardo Campos (PSB), de serem os operadores que viabilizaram o repasse da propina.

Segundo o procurador-geral da República, o dinheiro foi recebido das empreiteiras Queiroz Galvão, OAS e Camargo Corrêa entre 2010 e 2011, quando era secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco e presidente do Complexo Industrial Portuário de Suape do governo Eduardo Campos. Todas foram contratadas pela Petrobras para as obras da Refinaria Abreu e Lima.

» Nome de Eduardo Campos é pouco explorado nas campanhas em 2016
» Campanha de Eduardo Campos recebeu R$ 20 milhões ilegalmente, diz PF
» Turbulência: MPF diz que Eduardo Campos era ‘cliente’ de esquema operado por denunciados
» Dois anos depois de acidente que matou Eduardo Campos, inquérito ainda não foi concluído

O pagamento da propina teria sido intermediado pelo então diretor de Abastecimento Paulo Roberto Costa, delator na Operação Lava Jato. O procurador-geral da República recomendou a reparação dos danos de R$ 41,5 milhões e afirmou que o crime de lavagem de dinheiro foi cometido 77 vezes. As investigações descobriram 17 operações sob o disfarce de doações eleitorais “oficiais”.

» Irmão de Eduardo Campos vai para o segundo turno com Lupércio em Olinda
» Antônio Campos rompe silêncio: “Memória de Eduardo será absolvida”
» Família Coelho retoma o comando de Petrolina ao eleger filho do senador Fernando Bezerra
» João Paulo vai para o segundo turno com Geraldo Julio no Recife

» Leia a denúncia na íntegra:


FECHAR