publicidade
15/09/16
Paulo Câmara
Paulo Câmara

Governador fala sobre aumento da violência e pede cautela a mulheres

15 / set
Publicado por jamildo em Notícias às 12:03

Por Franco Benites do Jornal do Commercio

O governador Paulo Câmara (PSB) defendeu as orientações dadas pela Polícia Militar de Pernambuco às mulheres para que evitem serem vítimas de estupro. Entre as dicas apresentadas, a assessoria de comunicação da PM sugeriu que as mulheres pernambucanas evitem o exagero no uso de bebida alcoólica e a exposição pessoal em redes sociais e procurem andar na companhia de pessoas de confiança.

“A gente tem que se prevenir com uma situação atual. A situação atual exige cuidados porque a violência aumentou em nosso Estado. Não vamos dizer que não aumentou porque aumentou. Os números mostram isso. Todas as precauções que puderem ser feitas elas devem ser feitas. O momento realmente exige cautela”, afirmou.

As declarações do governador foram dadas nessa quarta-feira após comandar dois eventos administrativos no Palácio do Campo das Princesas. Até então, a Polícia Militar ainda não havia divulgado publicamente a informação de que havia prendido um homem suspeito de estuprar uma mulher no bairro do Parnamirim, na Zona Norte no Recife. Também nessa quarta um outro caso de estupro foi noticiado. Dessa vez, a vítima foi um adolescente de 14 anos e o crime ocorreu no bairro de San Martin, na Zona Oeste da cidade.

Na ocasião, o governador reafirmou confiar no trabalho da PM e destacou que tem feito todos os esforços possíveis para combater a violência no Estado. A Polícia Militar prendeu um homem suspeito de praticar estupros em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. Ao falar sobre as ações de segurança, Paulo Câmara também comentou os atos de violência em dias de jogos de futebol no Recife.

“Tenho confiança no trabalho da Polícia. Eles estão buscando elucidar casos como esses (do estupro). Apesar dos resultados, em termos de número de estupro terem diminuído no Estado, fatos como esse incomodam demais porque são pessoas que querem ter um mínimo de tranquilidade no seu ir e vir. Estou no enfoque muito grande de intensivar o policiamento na Região Metropolitana do Recife e no interior”, declarou o governador.

>> Especial NE10: Estupro, medo compartilhado

De acordo com Paulo Câmara, há um “déficit de capacidade humana” que será melhorado com um concurso para a Polícia Militar. Ele, no entanto, pediu o apoio da população e a atenção às sugestões repassadas pela PM.

“É importante somarmos esforços. Se houver condições de seguir as regras da secretaria de Segurança é importante ouvir, tomar esses cuidados. Mas a gente não vai descansar enquanto não pegar os culpados e trazer o mínimo de tranquilidade para que a população possar sair nas ruas e ter o ir e vir com segurança”, afirmou.

Confira, a seguir, as orientações repassadas pela PM de Pernambuco às mulheres do Estado:

– Evitar andar ou ficar dentro de veículos nos locais de risco, nas ruas e avenidas de baixa circulação de pessoas, mal iluminadas e com problemas de infraestrutura;

– Desviar de edificações e terrenos abandonados;

– Antes mesmo de entrar no carro para dirigir ou assim que descer do veículo, observar o entorno do estacionamento e local de parada. Se observar a presença de suspeitos, seguir em frente e acionar a polícia através do 190;

– Nas saídas sociais, evitar o exagero no uso da bebida alcoólica e tomar cuidado com a presença de pessoas estranhas e aquelas que acabou de conhecer;

– Procurar andar na companhia de pessoas de sua confiança;

– Manter sua intimidade em sigilo e evitar exposição pessoal em redes sociais;

– Nos casos em que a pessoa se sinta perseguida, tentar manter a calma e interromper o trajeto no primeiro local movimentado, de preferência lojas e locais com profissionais de segurança, e acionar, imediatamente, a polícia;

– Em situação de risco e onde haja a oportunidade de pessoas testemunharem a ação, gritar chamando pela polícia. Se estiver sob a mira de uma arma de fogo ou arma branca, que possa colocar sua vida imediatamente em risco, procurar memorizar as características físicas do criminoso e repassar, imediatamente, para a polícia.


FECHAR