publicidade
21/06/16
Foto: Mariana Dantas/NE10
Foto: Mariana Dantas/NE10

Envolvido na Operação Turbulência é preso enquanto malhava em academia no Recife

21 / jun
Publicado por Amanda Miranda em Notícias às 9:36

Um dos cinco envolvidos na Operação Turbulência foi preso enquanto malhava em uma academia na Zona Sul do Recife, na manhã desta terça-feira (21). Apolo Santana Vieira foi chamado por três policiais federais, que entraram no local com o mandado de prisão e o levaram de caminhonete. Apolo está na sede da Polícia Federal, na área central da cidade.

LEIA TAMBÉM
» PF investiga compra de jatinho que transportava Eduardo Campos em campanha presidencial e esquema milionário de lavagem de dinheiro

A operação foi deflagrada para desarticular um esquema de lavagem de dinheiro descoberto após a investigação da compra do jatinho que transportava o ex-governador Eduardo Campos (PSB) durante a campanha presidencial de 2014. Segundo a PF, o esquema teria movimentado mais de R$ 600 milhões desde 2010.

A PF constatou que as empresas eram de fachada, constituídas em nome de “laranjas”. As transações eram feitas entre as próprias empresas fantasmas e também envolvendo algumas ligadas à Operação Lava Jato. Há suspeita de que parte dos recursos que transitaram nas contas examinadas serviam para pagamento de propina a políticos e formação de “caixa dois” de empreiteiras.

» Contrato do jatinho que levava Eduardo Campos não tem nome do comprador
» Avião de campanha de Eduardo Campos não aparece nas prestações de conta do PSB
» Empresa que pagou jatinho que levava Eduardo Campos teria recebido R$ 100 mil de doleiro

Ao todo, foram expedidos cinco mandados de prisão preventiva. Além de Apolo, Arthur Lapa Rosal também foi preso em Pernambuco, enquanto estava em casa.

João Lyra de Mello Filho e Eduardo Bezerra Leite estavam desembarcando no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, quando foram abordados pelos policiais federais. Ambos embarcaram em no voo 6304 da Avianca, que tinha previsão de chegar ao Recife às 9h45.

O último acusado é Paulo César de Barros Morato. Como não foi localizado, ele é considerado foragido pela Polícia Federal.

Foram apreendidos ainda carros de luxo no Recife. Entre eles, uma BMW de placas PFE-2807, que tem nove multas por excesso de velocidade, a maioria em Boa Viagem, na Zona Sul. Estão na lista também um Porsche de placa FFZ-0500 e uma Range Rover de placa FNJ-1395.


FECHAR