publicidade
25/04/16
Temer rezando
Temer rezando

Michel Temer teria consultado pai de santo antes da votação do impeachment

25 / abr
Publicado por jamildo em Notícias às 9:21

O vice-presidente, Michel Temer (PMDB), teria viajado até o Maranhão para se encontrar com um “afamado” pai de santo local, conhecido por atender políticos. O encontro, secreto, teria acontecido dias antes da votação que decidiu pela abertura do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT), na Câmara dos Deputados.

LEIA MAIS:

>> Bancadas da bala, da Bíblia e do boi pressionam Temer
>> Michel Temer descarta recriação da CPMF e aumento de impostos se assumir
>> Temer e Cunha impõem derrota a Dilma. Impeachment é aprovado na Câmara dos Deputados

O babalorixá em questão seria Bita do Barão, que vive na cidade de Codó, a 292 quilômetros de São Luís, capital do Estado. A informação foi revelada pelo jornalista Léo Dias, colunista de celebridades do jornal O Dia.

>> Direção Nacional do PT orienta que não haja trégua com eventual governo Temer
>> Daniel Coelho diz que acordo PSDB, PSB e Temer é boato e socialistas estão com medo

Bita do Barão teria, inclusive, sido consultado pelo ex-presidente Fernando Collor, que também passou por um impeachment, em 1992. “José Sarney é outro cliente ilustre. Na cidade, o comentário é que Sarney não dá um passo sem se consultar com o Mestre Bita, como ele prefere ser chamado”, publicou Dias.

>> Líder no Senado defende que PSDB não aceite cargos em eventual governo Temer
>> Daniel Coelho pode ter sido rifado pelos tucanos nacionais, em acordo com PSB e Temer, na votação do impeachment

Os valores para consultas com o babalorixá variam entre R$ 300 e R$ 500, para pessoas comuns. O preço para políticos sobe e, geralmente, fica acima de R$ 700, fora o custo do “trabalho” em si.

>> Michel Temer quer reduzir ministérios assim que assumir, diz jornal
>> Para Silvio Costa, possíveis ministros de Temer representam “elite que tem horror a nordestinos”

“A coluna entrou em contato com a Tenda Espírita de Mestre Bita, que não confirmou a ida de Temer ao local. O que já era de se esperar. Em entrevista a um blog do Maranhão, Mestre Bita já havia dito que não revelava os nomes de seus consulentes: ‘Não posso falar os nomes dos políticos, porque seria fora da ética’”, acrescentou Dias.


FECHAR