publicidade
28/03/16

Raul Henry e Jarbas Vasconcelos defendem saída do PMDB do Governo Dilma

28 / mar
Publicado por jamildo em Notícias às 17:10

Foto: Anna Tiago / Blog de Jamildo
Foto: Anna Tiago / Blog de Jamildo

Membros do diretório nacional do PMDB, o vice-governador de Pernambuco e presidente da legenda no Estado, Raul Henry, e o deputado federal Jarbas Vasconcelos seguem, nesta terça-feira (29), para Brasília para participar da reunião do partido que irá decidir sobre a permanência ou não no Governo Dilma Rousseff. No encontro, o PMDB-PE vai ratificar a sua posição de oposição à gestão petista.

LEIA TAMBÉM:
Na véspera da reunião do PMDB, Dilma encontra ministros do partido
>
 Enquete: O PMDB deve sair do governo Dilma?
PMDB decide esta semana sobre permanência no governo
Jarbas Vaconcelos diz que eventual governo Temer deve ser formado pelos demais partidos, ‘até pelo PT’

Fazendo uma avaliação do atual cenário político, Raul Henry prevê que, hoje, 80% do PMDB deseja o rompimento com o Governo. “Como o partido é muito heterogêneo, já que em cada estado do Brasil há um perfil diferente, é possível que a minoria, sobretudo aqueles que estão ocupando os sete ministérios, queira continuar apoiando a presidente. Mas, a maioria absoluta do partido, incluindo o PMDB de Pernambuco, entende, sim, que o Governo acabou, uma vez que Dilma Rousseff não lidera mais o Congresso Nacional e não tem a confiança da sociedade brasileira”, avaliou Henry.

O presidente estadual da sigla destacou, ainda, que se trata da maior crise econômica da história do País, e que quem está pagando a conta é a população. “Em Pernambuco, mais de 60 mil pais de família perderam o emprego, o Estado apresenta queda de arrecadação, queda da capacidade de investimento e não fomos nós que causamos essa crise. Ela é resultado da gestão temerária da economia do País. É preciso que haja providências para amenizar a crise que os estados estão vivendo”, concluiu.


FECHAR