publicidade
10/03/16

Silvio Costa diz que pedido de prisão de Lula é ‘um exagero sem precedentes’

10 / mar
Publicado por jamildo em Notícias às 21:10

silvio-lula

O vice-líder do governo, deputado Sílvio Costa (PTdoB-PE) classificou o pedido de prisão preventiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, feito na denúncia que o Ministério Público de São Paulo divulgou nesta quinta-feira (10), como “um exagero sem precedentes” e criticou os promotores.

LEIA MAIS:

>> Instituto Lula: pedido de prisão é “banditismo e descabida militância”
>> Ministério Público de SP pediu a prisão preventiva de Lula em caso de tríplex, diz jornal
>> Para PSDB, prisão preventiva de Lula é precipitação

“Isso não é uma peça jurídica. É uma peça política. Esse promotor dá sinais de ódio ao presidente Lula. Talvez esteja contaminado por uma parcela da elite paulista, que odeia o presidente Lula”, afirmou Costa.

>> Filho de Silvio Costa ocupa Gerência Regional do Metrô do Recife

Líderes de partidos da base do governo na Câmara avaliaram que o pedido tem “objetivo político”. Alguns deles avaliaram, reservadamente, que uma eventual prisão do petista será extremamente danosa ao governo.

>> Historiador e ex-senador na Itália condena perseguição a Lula
>> Lula vai à guerra, mas está cada dia mais fraco
>> Silvio Costa usa música “Cara de Pau”, de Rick & Renner, para ironizar oposição

Pegos de surpresa, poucos foram os líderes que aceitaram se manifestar. “Tomei conhecimento agora, mas entendo que o pedido não tem base jurídica”, disse Paulo Teixeira (PT-RS), também vice-líder do governo.

“Tem um forte viés político e demonstra a falta total de imparcialidade. Há uma desproporcionalidade no pedido. Fica muito claro o objetivo político de colocar combustível nas manifestações de domingo”, afirmou Teixeira.

>> Instituições não devem ser atacadas, diz Aécio sobre denúncia contra Lula
>> MP denuncia Lula por lavagem de dinheiro, ocultação e falsidade ideológica
>> Filho de Lula, Vaccari e Léo Pinheiro também são denunciados pelo MP de SP

Os promotores Cássio Roberto Conserino e José Carlos Guillem Blat afirmam que há necessidade de prisão preventiva de Lula “pois amplamente provadas suas manobras violentas e de seus apoiadores, com defesa pública e apoio até mesmo da presidente da República, medidas que somente têm por objetivo blindar o denunciado – erigindo-o a patamar de cidadão ‘acima da lei’, algo inaceitável no Estado Democrático de Direito brasileiro, pois é inadmissível permitir-se o tumulto do estado normal de trâmite das investigações e do vindouro processo crime”.

Com informações do Estadão Conteúdo


FECHAR