publicidade
21/09/15
_C011730
_C011730

Para Jarbas Vasconcelos, não tem como inventar outro nome que não seja Temer

21 / set
Publicado por jamildo em Notícias às 13:59

No encontro com empresários, em evento do LIDE Pernambuco, no prédio do JCPM Trade Center, o governador Jarbas Vasconcelos defendeu o nome do vice-presidente como o único possível para levar o Brasil adiante, depois da queda de Dilma, que ele dá como certa.

“A gente não tem outra via. Só tem uma via, que é o Temer, seja depois da renúncia, depois do impeachment ou da Justiça eleitoral, que eu não acredito”, disse.

“Não tem como inventar outro nome. A gente caça com o que tem. Política é risco, vamos deixar de tentar porque é o Temer ou o PMDB? Não temos outra saída”, avaliou.

“Ninguém está pregando golpe, nem empresários, nem militares, trata-se de uma possibilidade concreta”, afirmou o ex-senador, declarando não ver nenhuma chance de o governo Dilma refundar-se, a partir de uma reforma administrativa. “Falar em refundação de Dilma é um desserviço ao Brasil”, acredita.

Jarbas previu que seria uma travessia longa, até a estabilização. “Podemos até ter ajuda de duas ou três pessoas de bem do PT. Terá que ser um governo de coalizão”, defendeu.

Solicitado a discorrer sobre a agenda pós-Dilma, o ex-senador disse que era difícil antecipar, mas que pelo menos dois pontos eram fundamentais. Um deles seria fazer o ajuste fiscal e o outro, encaminhar reformas mais estruturais.

No debate com os empresários, o ex-governador apenas sugeriu que Temer deveria falar menos, possivelmente para se preservar. Ele contou que um dia destes ele foi chamado para gravar para as inserções do partido, mas avaliou melhor e recusou, justamente porque, ao abrir os jornais, ele viu Temer afirmando que Dilma iria conseguir completar o mandato, ela iria até o último dia. “Foi ruim ele dizer isto. e eu vou colocar a minha cara no mesmo programa que ele?”.

Jarbas então indicou Raul Henry. O programa deve ir o ar dia 24 de setembro.


FECHAR