publicidade
04/01/15

Apenas uma moradora atingida pela queda do jatinho de Eduardo teria recebido indenização

04 / jan
Publicado por Blog de Jamildo em Notícias às 13:54

Local onde aconteceu o acidente com o candidato Eduardo Campos e outros seis assessores. Foto: AFP
Local onde aconteceu o acidente com o candidato Eduardo Campos e outros seis assessores. Foto: AFP

Reportagem da Folha de S. Paulo deste domingo (4) mostra que apenas uma moradora dentre os que foram atingidos pela queda do avião de campanha do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, em Santos, no litoral de São Paulo, teria recebido indenização dos donos da aeronave através de um acordo extrajudicial. Os demais, diz o jornal paulista, têm se queixado de falta de diálogo com os empresários pernambucanos João Carlos Lyra Pessoa de Mello Filho e Apolo Santana Vieira, que seriam os donos do avião.

Até o momento, os donos do avião pagaram a primeira parcela das três do acordo feito com a senhora Shizuko Shiroma, de 91 anos. Segundo a Folha de S. Paulo, o acordo cobre 90% dos danos causados no imóvel de Shizuko.

LEIA TAMBÉM:
>> Famílias de Santos começam a receber indenização pela queda do avião que matou Eduardo Campos

Um dos imóveis mais atingidos, o Condomínio Jandaia, que reúne três blocos com quatro apartamentos cada, iniciou as reformas com R$ 496 mil liberados pela seguradora do prédio. Seria necessário outros 200 mil para concluir a reforma.

Segundo o advogado dos empresários, Carlos Gonçalves Júnior, os moradores não entregaram a documentação que comprova o quanto foi pago pela seguradora do prédio, para que seja feita a complementação do valor.

Ele diz estar tratando do assunto com o escritório que representa os moradores. “Há da nossa parte todo o interesse em resolver isso na maior brevidade possível”, garantiu.

Os danos materiais causados pela queda do jatinho de campanha de Campos foram avaliados em R$ 800 mil. O valor não inclui uma academia cujas negociações estão travadas porque o dono quer que os empresários assumam a culpa pelo acidente.


FECHAR