publicidade
02/10/14

Paulo Câmara tem 44% das intenções de voto e Armando, 31% na última pesquisa IPMN/JC

02 / out
Publicado por Blog de Jamildo em Eleições às 14:00

Arte: Guilherme Castro/NE10
Arte: Guilherme Castro/NE10

Por Paulo Veras, repórter do Blog

A três dias da eleição, o ex-secretário da Fazenda Paulo Câmara (PSB) ampliou a vantagem sobre seu principal adversário, o senador Armando Monteiro Neto (PTB) na última pesquisa do Instituto Maurício de Nassau (IPMN) antes da votação, divulgada pelo Jornal do Commercio e pelo Blog de Jamildo nesta quinta-feira (2). Paulo Câmara passou de 39% para 44%, entre a última pesquisa, divulgada há uma semana, e a atual. Já Armando Monteiro, recuou de 33% para 31% entre os dois levantamentos.

LEIA TAMBÉM:
>> Na pesquisa IPMN/JC, Fernando Bezerra aparece com 35% das intenções de voto e João Paulo tem 29%
>> Em Pernambuco, Dilma e Marina aparecem em empate técnico nas intenções de voto

A diferença entre os dois candidatos aumentou assim de 6% para 13%. A margem de erro é dois pontos percentuais. Os números de votos válidos apontam que a eleição deve ser decidida ainda no primeiro turno, com vitória do candidato socialista.

Juntando a votação de todos os demais candidatos a governador atingem apenas 1% das intenções de voto. Separadamente, porém, Zé Gomes (PSOL), Jair Pedro (PSTU), Miguel Anacleto (PCB) e Pantaleão (PCO) não têm, individualmente, 1% da preferência dos eleitores.

Paulo Câmara e João Campos. Foto: Aluísio Moreira/PSB
Paulo Câmara e João Campos. Foto: Aluísio Moreira/PSB

A pesquisa aponta ainda um percentual de 9% dos eleitores que declarou votar em branco ou nulo; número inferior aos 11% do levantamento anterior. Já 15% dos entrevistados, declararam ainda não saber em quem irão votar ou preferiram não responder à pesquisa. Uma semana antes esse índice era de 16%.

O crescimento mais expressivo de Paulo Câmara começou após o trágico acidente que causou a morte do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, no dia 13 de agosto, em plena campanha presidencial.

Na primeira pesquisa, divulgada no dia 28 de julho, Armando liderava com 37% das intenções de voto, enquanto Paulo Câmara tinha apenas 10%. No levantamento posterior à tragédia, no dia 25 de agosto, o petebista havia recuado para 32%, enquanto Paulo Câmara saltou para 28%.

Na pesquisa seguinte, do dia 11 de setembro, Paulo Câmara ultrapassou Armando Monteiro, atingindo 33% da preferência dos eleitores, contra 31% do senador. “O IPMN foi o primeiro instituto a apontar que Paulo Câmara havia superado Armando”, lembra o economista Maurício Romão, um dos coordenadores do levantamento.

Foto: Sérgio Figueiredo/PT
Foto: Sérgio Figueiredo/PT

VOTOS VÁLIDOS – Analisando apenas os votos válidos, que são considerados pela Justiça Eleitoral para determinar o resultado da eleição, Paulo Câmara tem 57% da preferência dos eleitores, contra 42% de Armando Monteiro.

Os demais candidatos somam 1%, o que indicaria que a eleição será decidida ainda no primeiro turno. Os votos válidos são calculados desconsiderando os números de votos em branco, em nulo e indecisos.

DADOS – A pesquisa ouviu 2.480 eleitores pernambucanos, nos dias 29 e 30 de Setembro 2014. O número de entrevistas foi estabelecido com base em uma amostragem aleatória simples com um nível estimado de 95% de confiança e uma margem de erro estimada de dois pontos percentuais.

A presente pesquisa está registrada na Justiça Eleitoral, sob os números PE- 00035/2014 e BR-00924/2014, no dia 26 de setembro de 2014 e foi encomendado pelo Portal Leia Já, em parceria com o Jornal do Commercio.


FECHAR