publicidade
27/03/14
Foto: Wilson Dias/ABR
Foto: Wilson Dias/ABR

Aprovação de Dilma cai 7 pontos percentuais, diz Ibope

27 / mar
Publicado por Blog de Jamildo em Eleições às 10:14

Foto: Wilson Dias/ABR

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou na manhã desta quinta-feira (27) os resultados da pesquisa de avaliação do governo da presidente Dilma Rousseff (PT) encomendada ao Ibope no mês de março. A aprovação de Dilma caiu 7 pontos percentuais desde o último levantamento realizado em novembro. Esta é a primeira queda desde que a presidente retomou a popularidade após os protestos de junho do ano passado.

Segundo o Ibope, a avaliação do governo Dilma caiu de 43% para 36% entre as duas pesquisas. Já os que consideram a administração da presidente ruim ou péssima passaram de 20% para 27%. O percentual dos que consideram a gestão regular permaneceu estável, indo de 35% para 36%. Este é o primeiro levantamento do tipo divulgado pelo Ibope em 2014, ano em que Dilma disputará a reeleição.

O número dos brasileiros que confiam em Dilma também recuou: de 52% para 48%. Aumentaram de 21% para 28% o percentual daqueles que consideram que o final do governo será ruim ou péssimo. Os que acham que será ótimo ou bom caíram de 45% para 36%.

Dilma também perdeu popularidade em relação ao governo do ex-presidente Lula (PT). Hoje, 42% acham que a gestão dela é pior que a do antecessor. Em novembro, eram 36%. Outros 46% acreditam que as duas gestões são iguais.

A avaliação da presidente caiu entre todos os estratos de população avaliados. A queda foi mais intensa em municípios pequenos, com menos de 20 mil habitantes. O levantamento foi realizado com 2.002 pessoas entre os dias 14 e 17 deste mês em 141 municípios.

ECONOMIA – Dilma também perdeu avaliação em todas as nove áreas de atuação pesquisas. O descontentamento é maior na área econômica. De acordo com o Ibope, 71% dos brasileiros desaprovam o modo como o Planalto lida com a inflação e 57% não são favoráveis as políticas de emprego. Em novembro, esses dados eram de 63% e 49%.


FECHAR