publicidade
08/05/11

Morre um dos fundadores do Movimento Democrático Brasileiro

08 / maio
Publicado por Public Post em Notícias às 12:57

Está sendo velado no hall de entrada da Câmara Municipal do Recife o corpo do ex-vereador Ireno Tibúrcio Cavalcanti, 82 anos, que participou da resistência democrática nos anos de chumbo ao ajudar a fundar o MDB – Movimento Democrático Brasileiro – que veio a se transformar em PMDB. Ele também era considerado um dos últimos “vereadores do asfalto”, termo usado para denominar as lideranças comunitárias que se elegiam e permaneciam morando em suas comunidades. Durante mais de  60 anos, ele morou na Bomba do Hemetério. Outra comunidade que ele freqüentava e área de sua atuação era o Alto Santa Terezinha, ambas em Casa Amarela.
 
Às 11h, o corpo será levado para a cidade de Limoeiro, cidade natal, onde será sepultado à tarde no Cemitério Urucuba. “Ele foi um político de vida intensa. Fez política sem se esconder do povo. Nunca mudou do bairro que o elegeu e nunca fechou a porta para os amigos. Como chefe de família, foi exemplar, sempre inspirou os filhos para os melhores sentimentos”, disse Ivan Tibúrcio, filho mais velho. Ireno Cavalcanti deixa a esposa Maria José Cavalcanti, 13 filhos e 12 netos. Ele faleceu às 13h30 de sábado, no Hospital Santa Terezinha, Caxangá, em decorrência de complicações de um Acidente Vascular Cerebral. Estava internado há dois meses.
 
Ireno Tibúrcio Cavalcanti era servidor da Câmara Municipal do Recife e atuou como vereador em duas legislaturas, entre os anos de 1970 a 1972 e de 1972 a 1976. De acordo com Ivan Tibúrcio, o pai foi eleito em 1968, mas houve fraude nas eleições, desmascarada dois anos depois com a recontagem dos votos. Foi quando Ireno assumiu o mandato a que tinha direito.  Ele fundou o MDB em Pernambuco ao lado de Marcos Freire, Jarbas Vasconcelos, Fernando Lyra e Pinto Ferreira. Enquanto vereador teve como contemporâneo Aristófanes de Andrade, Rivaldo Alain, Moacir André Gomes, entre outros.
 
O ex-vereador teve grande atuação nos bairros da Zona Norte do Recife, tendo fundado com recursos próprios o Centro de Assistência Social Antônio Tibúrcio (nome do pai dele). A entidade trabalhava com jovens, através de uma escola, esportes, lazer e cultura. Com o passar dos anos, o centro foi incorporado pela Prefeitura do Recife e hoje se chama Escola Municipal Antônio Tibúrcio. “Ele sempre participou das atividades na comunidade e é patrono do educandário que eu fundei, o Educandário São Marcos. Era meu amigo, um homem que sabia fazer política”, disse Amaro Eucínio Macedo, líder da Bomba do Hemetério, que esteve no velório.
 
 


FECHAR