publicidade
04/09/18
Gatinhos estavam em péssimas condições aos serem encontrados. Foto: reprodução/Instagram
Gatinhos estavam em péssimas condições aos serem encontrados. Foto: reprodução/Instagram

Maltratados, gatinhos são jogados dentro de caixas no rio

04 / set
Publicado por Priscila Miranda em Adote um Pet às 21:26

Um grupo de proteção de gatos no Recife denuncia uma crueldade feita com diversos filhotes em um ponto conhecido de abandono animal. Na manhã de segunda (3), os protetores encontraram caixas jogadas no rio com vários gatinhos na Zona Norte da cidade. Além de estarem tentando se proteger do afogamento, alguns apresentavam marcas de maus-tratos. Por ser um local conhecido como “desova” de gatos e outros animais, não iremos divulgar a localização.

A equipe de resgate conseguiu pegar três filhotes com vida. Um deles, que foi levado para tratamento, não resistiu e morreu na madrugada desta terça-feira (4). Ao todo, 11 gatos, com no máximo dois meses de nascidos, morreram.

Leia também: Quase 100 elefantes mortos em poucas semanas em Botswana

Carteiro registra amizade com cachorros das casas em que entrega cartas

Confira os vencedores da 1ª Copa Limoeiro de Agility

“Hoje fui lá ver a situação e tirar fotos. Está um caos. Muitos filhotes abandonados. Mesmo com esses 11 mortos, há inúmeros lá. A gente não tem ideia de quem foi, porque a gente pede há três anos as câmeras e nunca foram colocadas”, afirma Laura Atanásio, que participou do resgate é integrante do Gatinhos Urbanos, grupo criado para conseguir lares para gatos desamparados que vivem nas ruas do Recife. 

Ela também faz um apelo aos governantes e aos órgãos responsáveis pela defesa animal. Laura fez uma denúncia na Delegacia de Polícia do Meio Ambiente (Depoma). “Fiz o boletim de ocorrência hoje, mas a gente precisa de alguém que possa ter visto, da ajuda de pessoas a controlar ali e ver quem abandona, para denunciarmos mais e mais”, pede a voluntária. Ela ainda é responsável pela SOS Amigos dos Animais, uma rede de voluntárias para ajudar animais abandonados.

Confira o post (atenção, as imagens são fortes):


FECHAR