publicidade
29/08/18
Exposições avaliam os padrões de cada raça, analisando fatores como a altura, pelo, cor dos olhos, cauda, peso, formas de focinho, cabeça e a movimentação.  Foto: divulgação
Exposições avaliam os padrões de cada raça, analisando fatores como a altura, pelo, cor dos olhos, cauda, peso, formas de focinho, cabeça e a movimentação. Foto: divulgação

Inscrições abertas para exposição de cães de raça em Garanhuns

29 / ago
Publicado por Priscila Miranda em Novidades às 16:44

A exposição de cães de raça promovida pelo Kennel Club do Estado de Pernambuco está com inscrições abertas. O evento será neste sábado (1º/09) , em Garanhuns, no Agreste. A exposição acontece no Hotel Fazenda Alvorada e terá a participação dos juízes Fernando Guimarães (MA), Andréa Blumen (RJ) e Maria Eliza Rizzini (GO).

Interessados em inscrever seus animais podem entrar em contato com a secretaria do clube através dos telefones (81) 3438-5015 99833-0055 e do e-mail secretaria@kcep.com.br. O evento é gratuito para os espectadores.

Leia também: Cabras preferem pessoas sorridentes, diz estudo científico

Limoeiro sedia sua primeira Copa de Agility no domingo

Governo da Inglaterra proíbe venda de animais de estimação

Programação

Entre as atividades programadas, estão as exposições caninas, que avaliam a estrutura e beleza dos cães observando o padrão internacional das raças. “As atividades fazem parte da missão dos Kennel Clubs e entidades cinófilas em todo o mundo, que é preservar a pureza das raças caninas e promover seu bom desenvolvimento”, afirma o presidente do KCEP Luiz Alexandre Almeida.

As exposições também analisam os padrões de cada uma delas de acordo com fatores como altura, pelagem, cor dos olhos, cauda, peso, formas de focinho, cabeça e a movimentação. A competição é dividida nas categorias “Filhotes”, “Jovem”, “Aberta” (adulto), “Campeonato”, “Grande Campeonato” (vale premiação). “Os animais são separados por idade e sexo. Entre os vencedores, são eleitos entre machos e fêmeas, o animal mais representativo para o padrão da raça em questão”, explica Luiz.

A partir do estudo e preservação das características das raças, os clubes de criadores desenvolvem um trabalho importante no desenvolvimento da cinofilia. Eles ajudam a entender melhor o animal e seu relacionamento com homem, além de saber qual a raça que está apta a realizar serviços como cão-guia de cegos, farejador e até aqueles cães que podem auxiliar no tratamento de crianças portadores do transtorno do espectro autista (TEA).

 


FECHAR