publicidade
16/01/20
Vacina tríplice viral, que protege contra sarampo, rubéola e caxumba, está disponível na rede pública de saúde (Foto: Ashlley Melo/Acervo JC Imagem)
Vacina tríplice viral, que protege contra sarampo, rubéola e caxumba, está disponível na rede pública de saúde (Foto: Ashlley Melo/Acervo JC Imagem)

Sarampo: Pernambuco investiga seus primeiros 14 casos de 2020; nova campanha de vacinação será em fevereiro

16 / jan
Publicado por Cinthya Leite em Blog - 16/01/2020 às 11:55

Pernambuco já investiga este ano, pelo menos, 14 casos suspeitos de sarampo, segundo boletim da Secretaria Estadual de Saúde (SES). O dado corresponde à primeira semana epidemiológica de 2020, que inclui notificações feitas até o último dia 4 de janeiro. A cobertura vacinal da tríplice viral (protege contra sarampo, caxumba e rubéola), no Estado de Pernambuco está em 95,6% na primeira dose, mas permanece baixa na segunda dose: 77,2%. Para a Organização Mundial de Saúde (OMS), o ideal é que ambas as doses tenham, no mínimo, 95% de cobertura para garantir a proteção adequada contra as três doenças.

Para evitar que a população enfrente um surto da doença este ano, já está prevista a campanha nacional de vacinação contra o sarampo. Será entre os dias 10 de fevereiro e 13 de março, voltada para atualização do cartão de imunização para a faixa etária de 5 a 19 anos, com Dia D no dia 15/2. Já para o público-alvo de 30 a 59 anos, a campanha será no mês de agosto, com Dia D de mobilização em 22/8.

Leia também:

Sarampo causa amnésia em sistema imune e abre brecha para outras doenças

A incidência da doença avançou em diversas partes do mundo nos últimos dois anos e fez com que países como o Brasil, o Reino Unido e a Venezuela perdessem o certificado internacional de erradicação do sarampo.

Balanço

O Estado de Pernambuco terminou o ano de 2019 com 1.226 casos suspeitos de sarampo, dos quais 268 (21,9%) foram confirmados, 620 (50,6%) descartados e 338 (27,5%) ainda permanecem em investigação. Os dados estão no último boletim do ano da SES

Os 31 municípios pernambucanos com casos confirmados são Abreu e Lima (1), Cabo de Santo Agostinho (4), Camaragibe (3), Glória do Goitá (2); Ipojuca (1), Jaboatão dos Guararapes (9), Olinda (5), Paulista (7), Recife (31), Carpina (2), Lagoa do Carro (7), Limoeiro (1), Bezerros (2), Bonito (1), Brejo da Madre de Deus (12), Caruaru (23), Cupira (2), Frei Miguelinho (1), Gravatá (3), Jataúba (2), Riacho das Almas (1), Santa Cruz do Capibaribe (60), Santa Maria do Cambucá (1), Tacaimbó (1), Taquaritinga do Norte (37), Toritama (24), Vertentes (18), Itaíba (1), Arcoverde (1) Custódia (3) e Sertânia (2).

A faixa etária com maior percentual de casos de sarampo, em 2019, foi 20 a 29 anos (22,8%), seguida de 15 a 19 (18,3%). Quanto à incidência, a faixa etária de 6 meses a menores de 1 ano possui a maior taxa, com 57,3 casos a cada 100 mil habitantes.


FECHAR