publicidade
15/10/19
A vacinação é a principal forma de proteção contra sarampo (Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem)
A vacinação é a principal forma de proteção contra sarampo (Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem)

Sobe para 56 o número de casos confirmados de sarampo em Pernambuco

15 / out
Publicado por Cinthya Leite em Blog - 15/10/2019 às 10:18

O Estado de Pernambuco confirma 56 casos de sarampo, segundo boletim epidemiológico divulgado na manhã desta terça-feira (15), com dados até o último dia 5 de outubro. Ao todo, neste ano, já foram notificados 867 casos suspeitos da doença, com 292 descartados. A maior parte dos casos (92,9%) ocorreu na 4ª Regional de Saúde (Geres), que compreende cidades do Agreste, e os demais (7,1%) na 1ª Geres (Recife e Jaboatão dos Guararapes). Os municípios com confirmações são: Taquaritinga do Norte (19), Vertentes (9), Santa Cruz do Capibaribe (9), Toritama (7), Caruaru (6), Recife (3), Jaboatão dos Guararapes (1), Bezerros (1) e Frei Miguelinho (1).

Leia também:

Mais um caso de sarampo em bebê é confirmado em Taquaritinga do Norte, Agreste de PE

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) reforça que as ações de vigilância epidemiológica (investigação dos casos e vacinação de bloqueio), além da assistência ao paciente, são iniciadas logo após a notificação do caso – ou seja, independentemente do resultado laboratorial. A medida busca evitar o agravamento do caso e a propagação da doença. As medidas são realizadas pelos municípios com o apoio das Geres e do Estado.

Vacinação

Até o dia 5 de outubro, 550.421 pessoas foram vacinadas com a tríplice viral em Pernambuco, sendo 231.588 doses em crianças de 6 meses a 4 anos. Até o momento, Pernambuco já conseguiu uma cobertura de 98% na primeira dose da tríplice viral apenas entre as crianças com 1 ano. A segunda dose para esse público, que deve ser feita três meses após a primeira, está em 74,5%.

Dia D

No próximo sábado (19), os municípios pernambucanos realizam o Dia D de vacinação contra o sarampo. O objetivo da campanha é que crianças entre 6 meses e 4 anos iniciem ou finalizem o esquema vacinal.


FECHAR