publicidade
13/05/19
O transplante de barba não é muito diferente do implante para tratar a calvície. O cabelo usado para preencher a barba é retirado da nuca ou das laterais da cabeça (Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem)
O transplante de barba não é muito diferente do implante para tratar a calvície. O cabelo usado para preencher a barba é retirado da nuca ou das laterais da cabeça (Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem)

Transplante de barba: médico Fernando Basto tira dúvidas dos homens sobre o implante

13 / maio
Publicado por Cinthya Leite em Blog - 13/05/2019 às 18:15

Homens de todas as faixas etárias têm procurado o transplante (ou implante) de barba, indicado para quem tem falta, completa ou parcial, de pelos faciais. Convidado do programa Casa Saudável da última terça-feira (7), o cirurgião plástico Fernando Basto, referência em cirurgia do transplante capilar e no tratamento clinico da queda de cabelo masculina, destacou como o procedimento possibilita várias opções de visual.

Leia também:

Manual da barba: dermatologista esclarece principais dúvidas dos homens

“Após o implante, ele pode usar a barba por fazer ou cheia, como também optar por costeleta e tipos de cavanhaque. A cirurgia, feita com agulhas, não deixa marcas no rosto”, esclareceu o médico. Ele assegurou que o resultado é bastante natural e que o transplante de barba não é muito diferente do implante para tratar a calvície. “O implante de pelos no rosto é indicado para os homens com barba ‘falha’ ou praticamente ausente. São aqueles sem opção de mudança no visual e estão insatisfeitos. O transplante tem sido procurado especialmente pelo jovem que quer um visual tipo lenhador”, diz Fernando Basto.

O cabelo usado para preencher a barba é retirado da nuca ou das laterais da cabeça. O pós-operatório é mínimo. São necessários de dois a três dias, após a cirurgia, para o retorno às atividades profissionais.

Veja como foi o programa:


FECHAR