publicidade
01/04/19
Com acompanhamento, Wesley Gustavo passou a interagir, brincar e colaborar durante as terapias (Foto: Filipe Jordão/JC Imagem)
Com acompanhamento, Wesley Gustavo passou a interagir, brincar e colaborar durante as terapias (Foto: Filipe Jordão/JC Imagem)

Abril faz um chamado global para o transtorno do espectro autista

01 / abr
Publicado por Cinthya Leite em Blog - 01/04/2019 às 12:06

Geralmente identificado na infância, a partir de 1 ano e meio, o transtorno do espectro autista é caracterizado por comprometimento das habilidades de comunicação e interação social, como também por realização de movimentos e comportamentos repetitivos. No mundo, essa condição é lembrada nesta terça-feira (2), Dia Mundial da Conscientização do Autismo – uma data que convoca a população para derrubar mitos e difundir conhecimento sobre atitudes que beneficiam pessoas com o transtorno.

Leia também:

Autismo: “O ideal é investir precocemente em estimulação, mesmo sem diagnóstico fechado”, diz psiquiatra

De amanhã até o dia 7, a Clínica Somar, com unidades na Torre e em Boa Viagem (Zonas Oeste e Sul do Recife, respectivamente), promove ações em vários pontos da capital. Na terça (2), a clínica oferecerá atendimento gratuito a famílias interessadas em tirar dúvidas sobre autismo. No sábado (6), a Somar leva à Livraria Jaqueira, Zona Norte, palestra sobre o tema.

Confira a programação da Somar:

2 de abril (terça-feira)

7h30 às 9h30 – Panfletagem na Avenida Agamenon Magalhães, no cruzamento com o Derby

10h às 12h – Avenida Conde da Boa Vista, nas proximidades do Shopping Boa Vista

Atendimento gratuito: Profissionais da Somar estarão disponíveis para atender gratuitamente famílias que queiram tirar dúvidas e ser orientadas sobre autismo. É necessário agendamento: Unidade Torre – 3039-5656/3441-5656; Unidade Boa Viagem: 3465-3913

3 de abril (quarta-feira)

7h30 às 9h30 – Panfletagem na Avenida Dr. José Augusto Moreira, nas proximidades do Shopping Patteo Olinda

10h às 12h – Panfletagem na Avenida Cruz Cabugá, nas proximidades do shopping Tacaruna

4 de abril (quinta-feira)

7h30 às 9h30 – Panfletagem na Estação de Metrô Joana Bezerra

10h às 12h – Panfletagem na Avenida Boa Viagem, nas imediações do Segundo Jardim.

5 de abril (sexta-feira)

7h30 às 9h30 – Panfletagem na Estação de Metrô de Afogados

10h às 12h – Panfletagem na Avenida Agamenon Magalhães, no cruzamento com o Derby

6 de abril (sábado)

9h – Palestra: Vamos falar sobre Autismo. Local: Livraria Jaqueira. Em frente ao local, haverá um espaço de conscientização, com a presença de profissionais para esclarecer dúvidas e realizar orientações sobre autismo

10h às 12h – Panfletagem na Avenida Rosa e Silva, próximo ao Parque da Jaqueira

15h às 17h- Panfletagem na Avenida Rui Barbosa, próximo ao Parque da Jaqueira

7 de Abril (domingo)

10h às 12h – Avenida Boa Viagem, próximo ao Parque Dona Lindu

15h às 17h – Avenida Boa Viagem, próximo ao Parque Dona Lindu

Outros eventos

Já a Cuidar Multidisciplinar escolheu o Sítio Trindade, em Casa Amarela, na Zona Norte, para sediar evento em alusão ao autismo. No dia 6, das 8h às 12h, odontopediatra, nutricionista, advogado e psicólogo oferecerão atendimento gratuito às famílias.

A importância da estimulação precoce, que beneficia o desenvolvimento da criança com transtorno do espectro autista, é um dos detalhes mais valorizados pelos especialistas. A dona de casa Wasterlane Rodrigues, 29 anos, sabe como os estímulos são importantes. Mãe de Wesley Gustavo, 3, ela conta que o filho passou a se desenvolver melhor depois que começou a fazer atividades em grupo. “Ele não se enturmava com outras crianças nem não dava muita atenção ao que passava ao redor. Agora já interage, brinca e colabora durante as terapias”, conta Wasterlane, que leva o filho para participar das atividades no Mundo TEA, sala do Hapvida em Boa Viagem, na Zona Sul, que conta com terapias para promover o desenvolvimento motor e a linguagem das crianças com o transtorno. “Estimulamos o desenvolvimento com brincadeiras e trabalhamos a questão da afetividade e das emoções”, destaca a psicóloga do Sistema Hapvida, Rayana Galdino.


FECHAR