publicidade
07/01/19
Um olhar especial para os idosos será dado, segundo André Longo, nos anos em que ele estiver à frente da Saúde em Pernambuco  (Foto: Freepik)
Um olhar especial para os idosos será dado, segundo André Longo, nos anos em que ele estiver à frente da Saúde em Pernambuco (Foto: Freepik)

Promover o envelhecimento bem-sucedido é um dos desafios do novo secretário de Saúde de PE

07 / jan
Publicado por Cinthya Leite em Blog - 07/01/2019 às 11:26

O número de pessoas a partir dos 60 anos vai mais que dobrar no mundo em 2050, passando de 900 milhões para cerca de 2 bilhões. Por isso, autoridades de saúde não podem mais perder tempo para possibilitar que os idosos de hoje e os do futuro tenham condições de envelhecer de maneira saudável e ativa. Esse foi um dos destaques do discurso do novo secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, no dia da solenidade de transmissão do cargo, realizada no dia 3. Um olhar especial para os idosos, segundo o gestor, será dado nos anos em que ele cuidará da pasta.

Leia também:

Por um Recife mais acessível e amigo dos idosos

Cerca de 70% dos idosos brasileiros vivem com alguma doença crônica, revela estudo

“Não há uma população de médico geriatra ajustada para dar conta de um grupo como esse, que só faz crescer. Então, precisamos dotar as mais de 2,3 mil equipes de Saúde da Família de conceitos básicos de saúde do idoso, que precisa ser bem cuidado desde a atenção primária”, frisa Longo, ao demonstrar interesse e sensibilidade sobre questões do envelhecimento e desafios enfrentados por essa faixa etária.

Para André Longo, é fundamental investir em estratégias capazes de promover o envelhecimento com qualidade de vida (Foto: Miva Filho/SES)

“No Recife, temos o projeto do Hospital do Idoso, voltado para uma atenção mais especializada no cuidado a essa população. Devemos observar essa experiência para ver se reproduziremos em alta escala”, acrescenta Longo.

O secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia, complementa que o Hospital do Idoso oferecerá mais do que leitos e salas de cirurgias. “Será um centro de referência para essa população e terá um eixo de formação de profissionais capacitados para lidar com o bem-estar integral nessa faixa etária”, informa Jailson, que sabe o quanto o envelhecimento da população demanda uma resposta abrangente da saúde pública.


FECHAR