publicidade
07/01/19
O ócio é uma experiência necessária e enriquecedora para todo ser humano (Foto: Freepik)
O ócio é uma experiência necessária e enriquecedora para todo ser humano (Foto: Freepik)

Ócio criativo: saiba por que praticá-lo faz bem à saúde

07 / jan
Publicado por Cinthya Leite em Bem-estar - 07/01/2019 às 12:30

Que tal aproveitarmos o início de um ano novinho em folha para pensarmos na possibilidade de sairmos do modo automático em que a correria do dia a dia nos coloca? E por que pensar nisso agora? Porque o mundo está tão frenético e conectado que acabamos por esquecer o sentido do ‘carpe diem’ – em latim, uma frase popularmente traduzida para ‘colha o dia ou aproveite o momento’. Basta parar um pouco para refletirmos como a montanha de e-mails, a lista sem fim de mensagens e a atualização constante das redes sociais roubam de nós o tempo para aproveitarmos o presente, o tempo livre, o lazer e o ócio. Sim, aquele ócio criativo, que nos apresenta a um equilíbrio entre prazer, trabalho e aprendizado.

Talvez 2019 prometa ser tão cheio de atribuições que precisamos retomar o que ouvimos no começo dos anos 2000, quando o sociólogo italiano Domenico de Masi lançou a proposta de que precisamos fazer uma melhor distribuição do nosso tempo a partir do ócio – que, segundo o italiano, passa longe da preguiça. É um ócio libertador porque combina trabalho, estudo e lazer em doses certas.

Leia também:

Feliz 2019: sonhar é uma forma de se preparar para o novo ano

Para especialistas, o ócio é uma experiência necessária e enriquecedora para todo ser humano. Desde Aristóteles, filósofos tentam precisar a natureza do ócio, que se relaciona à percepção de felicidade. Assim, esse o ócio criativo tem relação com a vivência de experiências prazerosas e satisfatórias.

E se pensarmos inspirados nesse caminho, vamos perceber que é na simplicidade da rotina que podemos ter um papel de influenciadores da nossa própria felicidade, do bem-estar da família, da alegria dos nossos filhos, parentes e amigos. Ou seja, compartilhar momentos com pessoas queridas, estudar e trabalhar em meio a gargalhadas são apenas algumas situações que podem afastar o peso da nossa vida; aquele peso que tende a trazer turbulências, tristezas e doenças. Que a essência do ócio nos mostre, ao longo deste ano de 2019, que o essencial não é encontrar a felicidade propriamente dita. O essencial é encontrar sentido de vida. E isso é possível quando percebemos que importam a simplicidade, o otimismo, a satisfação e a gratidão, capazes de nos conduzir ao caminho de autoconhecimento, encantamento e felicidade proposto pelo ócio criativo.


FECHAR