publicidade
26/12/18
Pesquisa revela que o gasto calórico do frevo é de 300 calorias, contando o metabolismo aeróbio e anaeróbio em uma série de cinco passos de dois minutos com cinco minutos de intervalo (Foto: Leo Motta/Acervo PCR)
Pesquisa revela que o gasto calórico do frevo é de 300 calorias, contando o metabolismo aeróbio e anaeróbio em uma série de cinco passos de dois minutos com cinco minutos de intervalo (Foto: Leo Motta/Acervo PCR)

Dançar frevo gasta mais calorias do que praticar ciclismo ou jogar futebol, conclui pesquisa

26 / dez
Publicado por Cinthya Leite em Blog - 26/12/2018 às 18:46

O Programa de Pós-Graduação em Educação Física da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) fez uma avaliação inédita sobre o gasto calórico do frevo, que foi de 300 calorias, contando o metabolismo aeróbio e anaeróbio em uma série de cinco passos de dois minutos com cinco minutos de intervalo. “Ele é mais que uma atividade física, ele é um exercício físico. Em termos práticos, 35 minutos de frevo (10 minutos de dança mais 25 de recuperação) equivalem a mais do que uma hora de ciclismo moderado ou uma hora de futebol”, explica o professor Eduardo Zapaterra Campos, do Departamento de Educação Física, que realizou o estudo. O professor Allan Delmiro atuou como passista voluntário.

Leia também:

Carnaval: um guia completo para cair no passo do frevo com saúde e disposição

De acordo com Campos, o gasto calórico de 35 minutos de frevo fica abaixo do que o gasto de uma corrida de 5 quilômetros (300 calorias contra 440 calorias). Contudo, vale salientar que, na corrida, os sujeitos se exercitaram por 30 minutos contínuos, enquanto no frevo o passista dançou por dez minutos. Normalizando pelo tempo de esforço, o frevo apresenta 30 calorias por minuto (considerando esforço e pausa) e a corrida de 5 quilômetros apresenta 14,6 calorias por minuto. “Assim, parece claro que o frevo pode sim ser usado como exercício físico para melhorar a aptidão física. Convém ressaltar que o teste foi realizado com um passista e não sabemos o efeito da dança em pessoas fisicamente ativas”, explica.

Um treinamento intermitente de alta intensidade de 5 quilômetros (um minuto de esforço a 100% da velocidade aeróbia por um minuto de pausa) tem um gasto calórico de aproximadamente 500 calorias em 41 minutos de sessão total (21 minutos de esforço). Se considerados apenas os 21 minutos de esforço, o treinamento intermitente de alta intensidade possui um gasto de 25 calorias por minuto de esforço, sendo menor do que o frevo. Em relação à concentração de lactato sanguíneo, um indicador de intensidade de exercício, o passista acumulou valores semelhantes a atletas de velocidade executando esforços de 200 metros. “Os pré-requisitos são os mesmos para realizar uma atividade física intensa”, conclui.

Metodologia

A avaliação foi feita com o equipamento K4b2, que mensura o consumo de oxigênio de maneira portátil. Além disso, a estimativa foi feita pelo acúmulo de lactato durante o esforço e o consumo de oxigênio durante a recuperação. O equipamento foi emprestado pelo professor Marcelo Papoti, da Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo (USP) de Ribeirão Preto. O docente ficou por três meses do Departamento de Educação Física da UFPE após a aprovação de um edital de apoio a programas de pós-graduação nota 3 da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (Facepe).


FECHAR